Não quero parabéns nem flores

23:59


Não quero seus parabéns e muito menos suas flores. Não quero o sorriso fingido que você coloca no rosto para fingir que se importa minimamente. Não quero os clichês de “hoje é o seu dia” e “sem vocês não seríamos nada”. Que tal menos hipocrisia e um pouco mais de empatia, racionalidade e igualdade? Que tal, só por um momento, você considerar que nós temos a mesma importância social e a mesma autonomia que vocês? (Ou pelo menos é aquilo que deveríamos ter). E, cuidado isso pode te chocar!, que somos nós que mais do que ninguém sabemos qual é o nosso lugar nesse mundo.

Quero que você se lembre o porquê dessa data que você se enche de um orgulho inexplicável por simplesmente ter lembrado que ela existe. Não só o fato histórico, mas também aqueles do dia a dia. Quero que se lembre que não é só no dia que nos é dedicado que temos o direito ao respeito e à dignidade como qualquer outra pessoa dessa sociedade. Quero que se lembre que não somos propriedade de ninguém, não “pedimos” para ser assediada ou ainda estuprada, não importando a roupa que estamos vestindo, que podemos sim decidir cada aspecto da nossa vida e temos o máximo direito ao nosso corpo e ao nosso destino.

Também desejo que você tenha em mente em todas as mulheres que foram assassinadas pelo simples fato de serem mulheres. As mulheres que foram estupradas e assediadas e não puderam nem mesmo falar sobre isso sem encontrar uma barreira de ignorância e indiferença. Imagine, se puder, o que é ter medo de andar sozinha no próprio bairro, o que é andar apressada ou ainda correr, mas não porquê está atrasada e sim porquê o medo de sofrer qualquer abuso e ser assassinada é tudo o que passa na sua cabeça. Pense na sistemática violência psicológica e moral e tenha o mínimo de empatia.

Uma história que exclui descaradamente o protagonismo das mulheres no delinear da vida humana. Uma indiferença às capacidades intelectuais, pessoais, artísticas, sociais e políticas delas. Uma realidade violenta, cruel, extremamente desigual e igualmente hipócrita. Você gostaria que fosse realmente só "mimimi". Mas não é. A cada cinco minutos uma mulher apanha. Três em cada cinco mulheres já sofreram algum tipo de violência em seus relacionamentos. Em 2014, 50.320 mulheres foram estupraras no Brasil (ou pelo menos esse é o número de registros em delegacias).

Você é o produto privilegiado de uma sociedade machista e, assim, é machista. Nenhuma das mulheres que tem que encarar o medo e a incerteza todos os dias precisa de suas flores. Não, tudo o que ela precisa é de seu direito mais que fundamental de respeito e dignidade. Ela precisa de seu merecido protagonismo e do consequente reconhecimento  de seu empreendedorismo. E isso não é algo exclusivo desse único dia de março. Isso você pode ter certeza.

(Hey, gente. Texto simples e curto, mas que aborda um pouco alguns dos pensamentos que as campanhas e os acontecimentos em relação ao Dia Internacional da Mulher despertaram em mim. Fiquem à vontade para expressar o de vocês. Beijos!)

You Might Also Like

19 comentários

  1. Não vou tocar no assunto, porque acho ele muito polêmico, mas adorei o seu texto. A sociedade deve repensar os seus conceitos. Acho que a luta da mulher foi tão importante que merecemos esse reconhecimento, mas como disse não quero entrar no assunto para que não abra uma discussão. Gostei bastante do seu texto. - Joanna Amaro.

    ResponderExcluir
  2. Como eu digo: Dia das mães é todo dia, dia das avós é todo dia, dia da mulher é igualmente todo dia. Se vamos ganhar flores, presentes, carinho, respeito e palavras doces, que seja todo dia!
    Gostei do texto. Leia ele todo dia pra lembrar quem somos!
    Abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    acho o assunto um tanto polêmico, vejo a data como uma data simbólico, pois o dia da mulher é todo dia. O respeito, o amor, o carinho, reconhecimento deve ser diário. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, gostei bastante do texto. São em datas como essa que muitas vezes se esquecem do verdadeiro sentido que elas tem, e acabam se tornando um impulsionador do comércio. É estranho e desconfortável você receber uma flor das mãos de alguém que passa o restante do ano fazendo comentários pejorativos contra nós mulheres, receber os parabéns por ser mulher no dia 8 de março e no dia seguinte ser descriminada pelo mesmo motivo, escutando absurdos, como se você não fosse capaz de fazer algo só porque é mulher.
    Assim como o amigo do comentário acima, gosto de pensar nessa data como algo simbólico que registra um acontecimento ocorrido, pois se fosse me revoltar com cada parabéns que ouço nesse dia minhas úlceras já teriam me matado.

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem? Bom, palmas você aceita? Porque o seu texto ficou incrível, realmente disse tudo mesmo. Não tenho o que acrescentar, apenas faço das suas as minhas palavras.

    ResponderExcluir
  6. Oiii, tudo bem?
    Que texto é esse? Queria te dar um abraço fiquei completamente contente ver isso em um blog, um assunto tão polêmico que muitas pessoas evitam em falar, até mulheres não é? Eu gostei muito, você está de parabéns.
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Adorei o seu texto. Eu acho que esse assunto é polêmico sim, mas ele precisa ser falado, discutido! Seu texto expressou bem sobre o assunto e eu gostei muito de ler!

    laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  8. Dia da mulher, dia dos pais, dia das mães... como se precisássemos de um dia específico para demonstrar respeito pela pessoa.
    Não é que dia da mulher é todo dia.
    O dia das pessoas é todo dia. Porque todo mundo deveria se respeitar. :)

    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
  9. Eu agradeci os "Parabéns", mas sem ser de coração. No fundo eu sabia que só estava sendo lembrada porque uma enxurrada de páginas estavam postando isso no facebook, então sei que não foi de coração da parte deles e muito menos seria da minha...
    Concordo com seu texto. Parabéns por ele.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Seu texto me representa, você disse tudo em poucas e sábias palavras. Sou apaixonada por seus textos. Concisos, críticos, politizados. Nessas horas, sinto enorme prazer de acompanhar teu blog. Espero que sempre encontre postagem assim, sem medo das palavras, sem medo de botar o dedo na ferida e cutucar até sangrar. De fazer machista se revirar até no caixão!

    ResponderExcluir
  11. Oie
    que belo título para um belo texto, eu cheguei numa fase que nem comemoro mais o dia pois perdeu totalmente o sentido, já não faço mais questão de parabéns ou flores, afinal, o que adianta se ninguem entende o que é ser mulher o resto do ano

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo texto. É forte,realista e necessário! Não é fácil desconstruir a cabeça de alguém que vive num mundo protagonizado por ideais tão ridículos como a nossa sociedade. Continue escrevendo, seu texto tem força pra isso!
    Abraços;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Adorei esse texto! Digitando com pés porque minhas mãos estão ocupadas batendo palmas!
    Parabéns pelo nosso dia. Voto por mais textos assim!

    ResponderExcluir
  14. Oi! Tudo bem?
    Gostei do texto forte e verdadeiro. Você disse tudo e é fato que mesmo já tendo conquistado causas significativas nós, mulheres ainda temos muito pelo que lutar considerando essa sociedade tão machista em que vivemos.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Gostei do seu texto, creio que você expressou bem a mensagem que gostaria de passar.
    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Meus parabéns pelo texto incrível que você escreveu. É um tema que precisa ser debatido por todos para que possamos alcançar a igualdade. O dai das mulheres é todos os dias. Parabéns.
    Beijos



    Academia Literária DF

    ResponderExcluir
  17. Vou ter que dizer as palavras clichês: adorei o post. Mas é verdade. É um texto reflexivo, que coloca o dedo na ferida. Precisamos de mais textos assim. Conscientização política e sócio-histórica. Que todas as mulheres estejam conscientes dos papeis que exercem.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi tudo bem?
    Nossa, que texto!!! Fiquei impressionada com a estatística e acredito que ela não represente a realidade, infelizmente, pois sabemos que vários casos não são denunciados. Temos muito a mudar e concordo, o que nós precisamos é de respeito e dignidade!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Ola. Todo dia é dia, estamos aqui todos os dias, horas e minutos das semanas e anos que se passam, mas existe um dia, este dia 8, que parece que é para lembrar aos outro gêneros que estamos aqui, para eles que não nos veem todos os dias. Gosto do nosso dia, mas éramos para ser lembradas, ganhar "presentes", "carinho", "amor" todos os dias e não apenas uma vez no ano, como muitas vezes acontece.

    Beijão da Lari!
    Brilliant Diamond |Fan Page

    ResponderExcluir

Popular Posts

recent posts

Flickr Images