Vida e Morte - Stephenie Meyer

13:14

Editora: Intrínseca
Nº de páginas - Vida e Morte: 391
Nº de páginas - Edição (inclui Crepúsculo): 736 
Sinopse: Quando Beaufort Swan se muda para a melancólica cidade de Forks e conhece a misteriosa e atraente Edythe Cullen, sua vida dá uma guinada emocionante e apavorante. Com a pele de porcelana, os olhos dourados, uma voz hipnótica e dons sobrenaturais, Edythe é ao mesmo tempo enigmática e irresistível. O que Beau não percebe é que, quanto mais se aproxima dela, maior perigo para ele e para os que o cercam. E pode ser tarde demais para voltar atrás...











Vida e Morte é o livro lançado em comemoração ao aniversário de 10 anos da Saga Crepúsculo. A ideia para celebrar e relembrar aos fãs o universo em que Edward e Bella viviam foi reimaginar os personagens trocando os gêneros deles. Como Stephanie Mayer coloca na edição: Beau e Edythe foi a forma dela voltar para esse universo e de lembrar aos fãs a história que os fez se apaixonar há uma década.

Beau, assim como Bella, deixa sua mãe e se muda para Forks pouco depois do novo casamento de Renée. Em sua nova vida com Charlie em uma cidade que ele provavelmente vai odiar, Beau tenta manter-se positivo. Pelo menos até o momento em que ele encontra os Cullens, mais especificamente Edythe Cullen. A garota não poderia o deixar mais confuso, nervoso e fascinado. E é a partir daí que o romance entre a vampira e o humano se inicia.

Naquele momento, o sinal tocou alto, fazendo-me pular, e Edythe Cullen saiu da carteira. Ela se movia como uma dançarina, com cada linha perfeita do corpo magro em harmonia com o resto, de costas para mim, e saiu pela porta antes que qualquer outro tivesse saído da carteira.
Fiquei paralisado no meu lugar, com um olhar vazio voltado para o local por onde ela saiu. Ela era tão grosseira. Comecei a pegar minhas coisas devagar, tentando bloquear a confusão e a culpa que se espalhavam em mim. Por que eu devia sentir culpa? Não fiz nada de errado. Como poderia? Eu nem fui apresentado a ela.

É fácil perceber que o enredo desse livro comemorativo não traz nenhuma novidade, principalmente para aqueles que eram ou ainda são fãs da Saga Crepúsculo. As poucas mudanças que podem ser encontradas, com exceção daquelas que envolvem o desfecho do livro, foram feitas, obviamente, pelo fato de que não haveria muita coerência dada a mudança de gênero dos personagens. Também há os pequenos fatos e acontecimento que forma mudados que não impactam tanto na trama principal, e não estou dizendo aqui que elas não foram interessantes de se ler. E o principal motivo para essas modificações menores foi o personagem principal.

O personagem de Beau representa uma agradável surpresa em Vida e Morte. Algumas de suas características e modo de pensar lembra muito a Bella, entretanto em muitos momentos ele se afasta muito da personagem original de Meyer. Beau consegue ser divertido, decidido, encantador e até surpreende o leitor. Essa distância é algo muito positivo no livro, já que adiciona um elemento e um tom levemente novo em uma proposta que é quase que idêntica à de Crepúsculo. A intenção da autora de mostrar que as relações de poder e interação no relacionamento independiam do gênero, que o que contava realmente era a espécie - vampiros e humanos - fez com que o enredo se assemelhasse de maneira extrema ao primeiro livro. 

Em relação à Edythe, têm-se um quadro muito similar ao de Edward em Crepúsculo. Assim como não dá para conhecer verdadeiramente o vampiro no primeiro livro da saga, aqui não é possível ter todos os aspectos e ângulos da personalidade da vampira. Aquilo que dá para perceber claramente é que ela é muito similar ao Edward. Edythe também é indecisa e inconstante em tudo que se relaciona à Beau e sua segurança, ela também um temperamento forte e, obviamente, ama o humano. A ideia da Stephanie de mostrar que o gênero não importa se concretiza com ela, pois em nenhum momento o leitor vai pensar de porque ela é a mulher da relação ela teria que ceder, ser protegida ou agir de forma submissa, pelo contrário. Edythe é o elemento forte da relação, ela toma as decisões, e isso só tem a ver com a própria personalidade dela e ela ser uma vampira.

Tente não se prender a papéis antiquados de gênero.

A mudança de gênero generalizada, com a única exceção sendo os pais de Bella/Beau, foi um elemento divertido para a leitura. Poder observar as características e pequenos fatos que mudaram e que continuaram o mesmo em cada personagem e como isso se encaixava, como foi com Jessica e Mike, por exemplo, e aquilo que não fazia muito sentido, a inversão entre Rosalie e Emmett (que eu ainda estou tentando entender), foi algo muito positivo no livro. Entre essas trocas a que foi mais fascinante, e talvez uma das mais bem-feitas, foi a de Jasper e Alice em Jessamine e Archie. Adorei a personalidade desses dois "novos" personagens e como tudo se encaixou tão bem, além do fato que eles são elementos muito interessantes e a interação deles com o Beau foram bem escritas.

Entretanto, mesmo com toda a diversão que isto proporcionou, é preciso apontar que em todas as mudanças relacionadas ao gênero dos personagens faltou criatividade por parte da autora. Ficou claro durante toda a leitura que esse foi um livro feito as pressas e sem uma verdadeira dedicação. A impressão que fica é que a autora não queria trabalhar em Midnight Sun (livro que contaria a perspectiva de Edward da história e aquele que os fãs realmente queria e estavam esperando) e, em vez disso, fez algo para que a data não passasse em branco e para poder vender mais exemplares. Simples assim.

Vida e Morte é uma leitura divertida, leve e uma oportunidade razoável para se visitar o mundo de Crepúsculo (e esse são os motivos da minha classificação, pra falar a verdade), e por isso apenas valeu a leitura. Mas não é uma experiência que acrescente muito ao universo da saga ou à própria experiência dos leitores. É, como Stephanie Meyer mesma falou em ser prefácio, o grande "e se?" da série.


You Might Also Like

25 comentários

  1. Eu tinha visto que esse livro estava sendo lançado, mas nem dei muita bola para procurar saber sobre. Crepusculo foi o que me fez ter amor por leitura, mas hoje em dia não leria mais o livro, apesar de ter um carinho mega especial pela história como um todo ♥ Flores no Outono

    ResponderExcluir
  2. Eu estou curiosa pra ler, mas não sou muito fã de Crepúsculo entãoo... não sei se vou ler hsuahsau

    ResponderExcluir
  3. Não sou fã de crepúsculo, porque acho que sou uma das únicas pessoas do mundo que não se interessam tanto assim por vampiros e lobisomens, mais adorei a resenha e confesso que deu uma curiosidade!

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca apreciei crepúsculo, não acho ruim, mas também não é um livro que dedicaria tempo e dinheiro. Como você citou bem na resenha e lendo a sinopse, o livro não aparenta trazer novidades.

    ResponderExcluir
  5. Nunca li Crepúsculo porque a série nunca me chamou a atenção. Quando vi que ia ser lançado esse livro, já imaginei que ele não teria nenhuma grande novidade em comparação aos livros da série. Acho uma versão interessante para os fãs da série matarem um pouco a saudade, né?
    Beijos
    Carol
    www.sobrevicioselivros.com

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto muito de Crepúsculo, sou fã e tudo, mas não tenho a mínima vontade de ler esse livro... rs.
    Acho que a Stephenie podia ser um pouco mais criativa que isso pra comemorar os 10 anos da saga.
    Sei lá, escrever um livro sobre outros personagens da série, por exemplo.

    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
  7. Na época em que li Crepúsculo eu gostei bastante. Mas não se agora eu gostaria de ler algo semelhante de novo. Mas posso dizer que em Crepúsculo eu gostava do casal Jasper e Alice, se ela não fizesse eles melhores eu ia ficar de cara, haha. Eles não. Essa versão aí :)

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Há alguns anos eu devorei os livros da série Crepúsculo! Nossa, não conseguia deixar de lado e não sosseguei até terminar Amanhecer. Mas, quando Vida e Morte foi lançado eu não tive a menor curiosidade ou vontade de ler. Gostei bastante da sua resenha, eu não sabia que outros personagens também estavam "trocados", achei que fosse apenas com Bella e Edward. Deve ser legal voltar a Forks e reviver um pouco da Saga, mas, como você disse, talvez se fosse com Midnight sun eu estaria mais animada. Uma pena que o livro tenha deixado transparecer que foi escrito às pressas pela autora para a data não passar em branco.


    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Genteeeeeeeeeeeeeeeeee!
    Eu lembro até hoje quando minha irma me deu Crepusculo e falou assim: dizem que vai ser maior sucesso esse livro, vc vai gostar, tem bastante vampiro, sangue e lobos.
    Semanas depois virou febre e até hoje eu não li porque eu odeio vampiros em livros HAHAHAHHA
    Achei até bacana a ideia de lançarem um novo tanto tempo depois, mas pelo visto nao foi taaaao aceito assim por voce né, isso é muito chato quando criamos expectativas e nos frustramos.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  10. Oiii, tudo bem?
    Já tinha visto essa edição e vou confessar que queria muito hahaha mas, como o tempo parece que perdi a vontade. Adorei o que escreveu e gostei bastante de conhecer melhor.
    Beijão

    ResponderExcluir
  11. Eu achei esse livro um pouco estranho, mas admiro a autora por tentar algo diferente com a história que ela mesmo criou. Li só o primeiro livro da série, não gostei, então não seria um livro que eu compraria.

    laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  12. Muito legal a moral do livro mas nao sou muito fã de crepusculo hahaha mas de repente vale a pena ler! De qualquer forma, parabéns pelo post!

    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  13. Oi tudo bem, eu gosto muito da Saga Crepúsculo, na época eu comprei todos os livros e devorei, quando saiu essa versão comemorativa eu não tinha entendido qual era o lance da história, agora lendo a sua resenha pude enfim matar a curiosidade. Na verdade eu estou dividida em ler esse livro, mas gostei dos pontos que vc destacou na resenha e isso me interessou um pouco. Bjkas

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem
    Acho que esse livro está dividindo os leitores, acabei de ler uma resenha dele elogiando muito, e você me deu u outro ponto de vista da história. Achei divertido a autora trocar os gêneros do personagens e estou curiosa para saber como está a Alice, pois achei ela super importante na história original. Mesmo com as ressalva, acho que é um bom livro e vou conferir. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oiee, tudo bem?

    Eu já tive a minha fase crepúsculo, li os três primeiros livros, mas acho que minha cota da Meyer já foi preenchida. Hoje em dia não leria mais, não é minha vibe, mas nada contra quem gosta. Bom que você conseguiu aproveitar a leitura e que ela foi divertida. Não sei se eu conseguiria ler a mesma história com os personagens trocados.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oie,

    O primeiro livro que eu li na minha vida foi Lua Nova e na época eu era louca por essa série, mas o tempo passou e já não sou mais louca por ela, eu já vi esse livro muitas vezes nas Americanas! Porém eu não tenho muita vontade de lê-lo! Talvez se ela tivesse lançado a continuação da série pelo ponto de vista do Edward eu até desse uma chance! Gostei da sua sinceridade em relação a história, parabéns!

    Bjs
    Mayla

    ResponderExcluir
  17. Olá :D
    Eu gosto de Crepúsculo, comprei os livros sempre nos lançamentos e até hoje tenho uma paixãozinha <3 fiquei bem curiosa com o lançamento de Vida e Morte, mas ainda não tive a chance ($) de comprar, mas quero!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  18. Olá
    Eu gosto dos filmes, mais nunca li os livros, estou com uma curiosidade de ler esse e os outros. Fiquei muito curiosa para ler o lançamento Vida e Morte. mais já ta na minha listinha.
    Beijão

    ResponderExcluir
  19. Oie, tudo bem? Adorei o blog, inclusive estou seguindo. Quanto ao livro, não tenho o menor interesse de ler, achei muito abusado da autora escrever uma fanfic da própria história só para se manter na mídia. Desculpa, mas é dessa forma que eu vejo. Li toda a saga crepúsculo e até gostei, não é de um todo ruim, mas também não sou fã de vampiros então complica...

    ResponderExcluir
  20. Ah, eu quero ler esse livro, pois como não tem continuação, eu não teria que ficar lendo vários, como seria com Crepúsculo... Adorei a resenha!!

    Abraços & até!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Tinha visto esse livro numa livraria em Suzano e logo de cara torci o nariz, pois não sou muito fã de crepúsculo. Sinceramente? Achei a ideia da autora bem desnecessária. Tudo bem que a autora queria fazer algo para os fãs e tudo mais, mas para mim essa ideia não funcionou. Ela poderia ter usado seu tempo para escrever uma continuação para A hospedeira, haha.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. oi!
    Eu quero ler esse livro, mais em homenagem a época à que sou saudosista do que a qualquer outra coisa, a época que Crepúsculo estava no auge foram um dos anos mais felizes da minha vida e mesmo eu tendo hoje em dia a consciência da qualidade da estória, entre outras coisas, eu quero ler esse livro para passar o tempo, um leitura despretenciosa e sem prioridade e claro, não vou esperar grandes coisas.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  23. Olá, muito boa a sua resenha!
    Eu não li a série, só vi alguns dos filmes na tv. Pela sua resenha, achei interessante essa questão da inversão de gêneros e mostrar que isso não afeta tanto na história.

    ResponderExcluir
  24. Oie, tudo bem? Acredito que seja difícil alguém que não tenha gostado de Crepúsculo, os filmes assim como os livros são incríveis. Ainda não conhecia esse título, mas com certeza fiquei curiosa para ler. Sua resenha ficou ótima. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  25. Oee,
    Eu tinha meio que um preconceito besta sobre a saga e nunca dizia que gostava, até que decidi ver os filmes e gostei, quero muito ler os livros.

    Étreintes!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Popular Posts

recent posts

Flickr Images