Gotham

14:09

Temporadas: 2 
Gênero: Crime, Drama, Ação, Aventura 
Ano: 2014 
Sinopse: Antes de Batman, a cidade de Gotham já existia. James Gordon (Ben McKenzie) é um detetive iniciante da polícia. Corajoso, sincero e ansioso para mostrar serviço, o recém-promovido tem como missão solucionar o caso do assassinato dos bilionários Thomas e Martha Wayne, um dos casos mais complexos da cidade. Com seu parceiro, o oficial Harvey Bullock (Donald Logue), Gordon conhece o único sobrevivente do assassinato: Bruce (David Mazuouz), um garoto de 12 anos, filho do casal, por quem ele imediatamente sente uma grande afeição. (Fonte: AdoroCinema)







Gotham é uma das séries inspiradas no mundo das HQ's e que vem fazendo um enorme sucesso entre o público. Mas diferente das outras séries, que focam no super-herói que protagoniza a historia em quadrinho, Gotham não se foca no Batman ou ainda em Bruce Wayne e seu desenvolvimento até se transformas no vigilante. A série é sobre a cidade na qual tal herói nasceu e os personagens que fazem parte dessa realidade, Bruce é apenas mais um desses personagens dentro desse cenário. E esse é o diferencial que consegue fazer com que Gotham apreenda a atenção de seu telespectador.

A série se inicia como a maioria dos filmes que retratam a realidade da história de Batman: o assassinato do casal Wayne. Bruce ainda é uma criança e a partir daí quase todo mundo sabe o desenvolvimento desse personagem. Mas não é ele o verdadeiro foco da trama da série. O personagem que devemos seguir é outro: James Gordon. O mais novo detetive no departamento de polícia de Gotham supostamente é a única esperança de alguém honesto dentro da polícia e que tenta seguir qualquer norma ética ou estabelecer o mínimo de moral em uma cidade completamente corrupta.

Talvez o mais atraente nessa série seja o fato de que o que a mantém, o que constitui a parte mais importante são os personagens que seriam secundários na história do Batman. Mais do que isso, a forma e o tempo no qual a série se passa (Bruce tem mais ou menos 12 anos) permite que todo o universo assim como seus personagens mais icônicos e característicos possam ser construídos. O público finalmente tem um vislumbre verdadeiro de tudo o que aconteceu para que Pinguim, Bruce, Charada - só para citar alguns exemplos - serem da forma como são, como os conhecemos normalmente.

O personagem central, Jim Gordon, com toda a certeza não é o que segura a série. Mesmo com uma personalidade que a princípio não é atrativa perto da complexidade de todos os outros personagens, Gordon demonstra que possui muitas possibilidades e facetas a serem exploradas. Desde o primeiro momento, é perceptível que o que ele tenta é um tanto quanto impossível no cenário atual da cidade e o fato de conhecermos o contexto do futuro é uma garantia de que ele vai falhar. Mas é através de suas tentativas de "limpar" Gotham que diversos personagens e contextos são trabalhados. E como cada um deles formam a alma da série, nada mais justo do que lhes contar um pouco sobre cada um desses que realmente fazem valer a pena cada minuto de cada episódio dessa série.

Pinguim nunca foi um dos vilões que mais me chamaram a atenção nas histórias do Batman. Na verdade, aquilo que eu conhecia do personagem pelos diferentes filmes em que ele antagoniza o herói, sempre o achei uma tanto quanto tosco. Entretanto, Robin Lord Taylor, com sua atuação e os roteiristas de Gotham fazem um trabalho tão excelente desde a primeira temporada que o tornaram facilmente um dos personagens mais fascinantes de toda a série. A evolução que pode ser observada em Pinguim também o pode ser visto, ainda que de forma mais lenta, em Edward Nygma, que futuramente conheceremos como Charada. E tal desenvolvimento é exatamente o maior charme dessa série. Além disso as atuações deliciosas de se assistir para personalidades complexas, maldosas e com um tom sádico que é próprio desse universo não atrapalham em nada para o fascínio gradual com o qual Gotham consegue prender seu telespectador.

Outros dois personagens que apresentam uma construção e a própria relação interessantes e únicas são Bruce e Cat. Selina Kyle é uma moradora de rua, onde é conhecida como Cat graças a suas habilidades acrobáticas e seu talento para o roubo, e ela é a única testemunha do assassinato de Martha e Thomas Wayne. Ou seja, a relação entre ela e Bruce é desde o primeiro momento complicada e com complexas facetas - o que podemos observar de forma clara no futuro através de suas personas, Batman e Mulher Gato (em algumas versões da HQ e da Graphic Novel, os dois personagens chegam a se casar). A construção e desenvolvimento das inconstâncias do relacionamento dos dois foram bem orquestradas e executadas na série, fazendo com que isso também seja um dos pontos positivos da série. E já que estamos falando de Bruce, a relação do garoto com Alfred e Gordon também é muito interessante, principalmente com o primeiro, já que podemos observar como tudo acontece para tornar possível a parceria entre ele e o bilionário no futuro.


Os outros personagens que participam da trama são Fish Mooney (não existe nos quadrinhos), Carmine Falcone, Harvey Dent (futuramente o vilão Two Face), Crispus Allen, Renee Montoya, Dra. Leslie Thompkins, Harvey Bullock e Barbara Kean. Seria redundante especificar o papel de cada um na cidade de Gotham, mas vale a pena ficar de olho na caracterização de cada um deles e como os produtores e roteiristas conseguiram, dentro dos limites e das vontades criativas que naturalmente a série apresenta, se manterem fiéis aquilo que é colocado pelos criadores originais desse universo.

Vale a pena notar ainda os pequenos vislumbre, dicas, ironias e brincadeiras que nos são apresentadas com o passar dos episódios e com os personagens e situações que já são conhecidas para aqueles que conhecem um pouco da história de Batman. Um exemplo gritante disso é a origem do Coringa: é uma promessa dos produtores que eles irão apresentá-la na série. Mas qual das diversas versões que são trabalhadas nos quadrinhos e Graphic Novels é aquela que eles irão utilizar? Essa pergunta, obviamente, não foi respondida e é o que abre a brecha para diversos experimentos durante o show e uma das formas de manter o público sempre atento. Experimentos esses que deram vida ao episódio da gangue Red Hood e ao vilão Jerome, uma ideia genial que foi bem aproveitada e que foi uma personificação do que um vilão de Batman proporciona aos fãs.

Apesar da série ser realmente uma promessa - como acho que já deixei bem claro até esse momento - é preciso apontar duas falhas que podem ser de extrema importância para qualquer um que assiste ou assistirá Gotham. Em primeiro lugar, é preciso reconhecer que muita gente não vai amar o fato da série ter como uma de suas bases centrais a construção e desenvolvimento de personagens. Principalmente para aquele que amam uma trama eletrizante do início ao fim, a primeira temporada pode ser um tanto quanto maçante para se assistir (a segunda nem tanto). Essa é uma preocupação que os produtores e roteiristas precisam ter, entretanto essa questão pode levar a um outro erro: a falta de aproveitamento devido de um personagem ou situação. Isto, na verdade, pode ser exatamente o cadso do que ocorreu nessa primeira parte da segunda temporada; talvez personagens tão fascinantes poderiam ter sido melhor utilizados e por um pouco mais de tempo. Mas a segunda temporada está tão boa e ainda promete tanto que esse pode nem mesmo chegar a ser um problema.

O segundo potencial problema que uma série que conta com plots e limitações no enredo como essa apresenta é a validade e elasticidade daquilo que chamei anteriormente de experimentos. Isso não quer dizer que um roteiro e plots ousados não devam ocorrem em Gotham, pelo contrário, mas o riso de tudo sair errado é enorme. A realidade é que há inúmeros fatos que são imutáveis para se manter a base da história e das diferentes abordagens presentes originalmente em Batman, e isso não pode ser ignorado; tanto a linha do tempo e a coerência da narrativa estariam comprometidas como seria uma ação contrária aquilo que os fãs do super-herói, que são grande parte da audiência do show, esperam. Ou seja, as manobras, as reviravoltas, as diferentes tramas e abordagens devem ser criadas e executadas da forma mais cuidadosa possível. Mas que fique registrado que não realizá-las seria, da mesma forma, um enorme prejuízo para a série.

Depois de tudo isso ser explicitado, só me resta duas sentenças: assistam. Você não irão se arrepender.





You Might Also Like

22 comentários

  1. Oie tudo bem? Adorei suas críticas bem sinceras e o fato de não ter pego spoilers (não que eu tenha percebido), assisti dois episódios da primeira apenas, por preguiça mesmo. Mas pretendo terminar em breve!
    http://www.leituradascinco.com/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Eu comecei a assistir a série e gostei bastante, principalmente por focar na cidade (e não só no Batman). Achei bem legal como os vilões são desenvolvidos e tenho alguns episódios atrasados, mas quero atualizar nas férias.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  4. Olha, eu gostei bastante da série. Tudo o que conheço do Batman vem dos filmes. Pra mim (e meu namorado) tá muito bom até agora. Só vi a primeira temporada e to ansiosa pelas outras.

    ResponderExcluir
  5. Ano passado eu entrei em uma vibe de assistir as séries de heróis, mas ainda nao assisti a Gotham. Quero muito, mas falta-me tempo. Espero conseguir em breve.

    ResponderExcluir
  6. Não sou uma super fã do Batman (apesar de, claro, ter amado O Cavaleiro das Trevas), mas recebi tantas boas referências de Gotham que estou curiosa! Eu gosto do enfoque em construção de personagens, mas não sei como levaria isso em uma série de super-herói.

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  7. Oiii
    Quero muito ver essa série, mas tenho umas três pela metade. Quero terminar antes de começar essa e mais outras três. hahahah
    Amo muito seriados!!!
    Bjus

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu assisti a metade da primeira temporada dessa série, mas acabei parando, não por não estar gostando, mas porque fiquei sem tempo para assistir!
    Gostei do que vi nos primeiros episódios e pretendo voltar a ver desde o 1° novamente.


    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Gabby, assisti muito Batman na vida, mais ainda não vi Gotham...Preciso ter tempo para me dedicar mais às séries e essa fica na lista, adoro todos os personagens e saber que se trata da maioria de novos personagens me atraiu bastante. Gostei!

    ResponderExcluir
  10. Oie
    Não é o gênero que curto mas fiquei curiosa no inicio por ter sido com o autor que atuou em the oc e amo essa série mas acabei não querendo ver mesmo assim boa dica pois falam super bem

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Não gosto do Batman, desde pequena não simpatizo muito com ele, mas adoooro os vilões e é isto que me deixa curiosa pela série!

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro essa série, mas achei sua resenha super interessante porque não tinha reparado nessas "falhas". Eu assistir a primeira temporada e agora estou ansiosa pra começar a segunda!

    ResponderExcluir
  13. Que legal, eu não sabia que o Batman, na verdade, o Bruce ainda é uma criança nessa série, que maneiro, gostei e irei assisti sim, fiquei muito curioso!

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oee,
    Essas é uma das séries que eu pretendo ver esse ano <3

    Étreintes!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, como vai?
    Sou apaixonada no Batman e no Gordon ainda mais levando em consideração a interpretação do Gary Oldman. Apesar disso ainda não assisti essa série está aqui na minha lista pra assistir no Netflix.
    Fico com medo da série me decepcionar ou mudar muito a ideia de criação que tenho dos personagens.
    Adorei saber sua opinião.
    Assim que parar de estudar pra Concurso Público vou assistir.
    Beijo
    www.livricios.com

    ResponderExcluir
  16. Ah, essa série
    Eu comecei a assisti-la uma vez,mas acabei não entendendo muito bem o que tava acontecendo e parei, talvez eu comece vê-la novamente, tudo do zero pra ver se eu entendo algo haha
    Mas afinal, essa série não me cativou muito, mas talvez eu dê outra chance rs

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Vi alguns episódios e a série não me conquistou. Creio que ela seja mais indicada para fãs do Batman, por conter muitos detalhes que eu não consegui pegar, mas que acho que os fãs percebem.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi oiii, como vai?
    Eu amei seu post, principalmente porque Gotham é minha série favorita do momento hahahaha
    Pra mim, que amo Batman, é incrível poder ver mais sobre a cidade e o desenvolvimentos dos vilões.
    Concordo demais com você, que a forma com que eles estão fazendo isso é incrível, mas que para algumas pessoas não é tão atrativa.
    Também achei que poderiam aproveitar mais alguns personagens, mas entendo porque eles os retiraram e estou ansiosa para saber como vai ser a volta de alguns importantes hahahaha
    Espero que volte logo, tô ansiosa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Nunca assisti Batman e nem nada relacionado e sinceramente, não tenho interesse nessa série, mas tenho amigos que gostam muito e me recomendam, então me sinto meio dividida, haha.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  20. Oie, tudo bom?
    Eu tenho vontade de assistir a série, mesmo não gostando muito do universo Batman. Eu gostei porque a série foca na construção dos personagens, algo que eu não sabia, mas curti. Eu gosto muito do ator que interpreta o Comissário Gordon e esse é outro motivo para acompanhar o seriado.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oii!

    Já vi muitas pessoas falando super bem dessa série e confesso que tenho muita vontade de ver ^^ Estou no ano das séries hahaha
    Já coloquei essa na listinha :)

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  22. Primeiramente quero dizer que a resenha está maravilhosa
    Vejo muitos comentários positivos para essa série, espero ter a oportunidade de ver um dia
    Beijos

    http://blog-myselfhere.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Popular Posts

recent posts

Flickr Images