Se Você me Visse Agora - Cecelia Ahern

22:50

Editora: Rocco
Nº de páginas: 304 
Sinopse: Na restrita paleta da designer de interiores Elizabeth Egan não há espaço para cores vibrantes. Seja em seus projetos de decoração, em suas roupas ou na sua casa, a opção é sempre por sobriedade e segurança em tonalidades como preto, creme e marrom. Aos 34 aos, ela desistiu há muito tempo de acreditar em qualquer coisa que não seja palpável. Concentra-se no trabalho e se sente segura apenas em casa onde pode controlar cada detalhe, do piso brilhante às toalhas milimetricamente alinhadas. Em casa, ela está a salvo da péssima relação que tem com seu pai, dos problemas criados pela irmã alcoólatra e do provincianismo de sua cidade. Só não é capaz de fugir da solidão e da responsabilidade de criar seu sobrinho Luke, de seis anos, por quem não consegue expressar afeto. Com a chegada do misterioso Ivan, invisível para quase todo mundo, a vida ordenada e planejada de Elizabeth começar a mudar. À medida que ele a ensina a se divertir, ela percebe que não é capaz de controlar todas as suas emoções e vê surgirem sentimentos há muito adormecidos. O amor dos dois irá mudar a vida de todos à volta, mesmo que ninguém seja capaz de ver. 



O romance Se Você me Visse Agora, de Cecelia Ahern, que você provavelmente conhece por seus romances mais famosos, PS Eu Te Amo e Simplesmente Acontece, conta a história de Elizabeth e Ivan. Esses dois personagens não poderiam ser mais diferentes um do outro. Ou pelo menos é a primeira impressão que temos  ao conhecermos um pouco sobre a vida e os pensamentos de cada um deles. Através de uma narração multifacetada nos é apresentado personagens interessantes e uma história sensível e incrivelmente leve e emocionante.

Elizabeth Egan é uma mulher que necessita de controle em tudo em sua vida. Pena que as coisas não são tão simples. Sua família não poderia ser mais complicada: sua mãe fugiu de casa quando ela ainda era uma criança, seu pai é a pessoa mais fechada e difícil de se lidar no mundo e sua irmã é uma alcoólatra que joga a responsabilidade de tudo nas costas da irmã mais velha, inclusive seu filho, Luke. A vida de Elizabeth não poderia ser mais depressiva e sem esperanças.

Isso começa a mudar quando Luke, que tem apenas 6 anos, começa a ver Ivan. Ivan é um amigo profissional, como ele mesmo se denomina no início do livro - e não "amigo imaginário" como os pais gostam de chamá-lo. Suas amizades sempre são com crianças e normalmente só a criança de quem ele é amigo no momento pode vê-lo, afinal é apenas aquela criança que precisa, de alguma forma, precisa de sua ajuda como amigo. Mas sua amizade com Luke desafia tudo aquilo que ele tinha certo na profissão que ele ama. O garoto é, apesar das dificuldades familiares, feliz e não parece estar enfrentando nenhum tipo de problema, além disso Elizabeth parece sentir a presença de Ivan. E isso muda tudo. Para a vida dos dois.

A vida é uma espécie de pintura. Uma pintura abstrata deveras bizarra. Vocês podem olhar para ela e achar que tudo não passa de um borrão. E podem continuar a viver achando que a vida não passa de um borrão. Mas se realmente olharem para ela, realmente a enxergarem, fixarem nela sua atenção e usarem a imaginação, a vida pode se transformar em muito mais. A pintura poderia ser o mar, o céu, pessoas, prédios, uma borboleta pousada numa flor ou qualquer outra coisa, menos o borrão que vocês estavam convencidos que era.

Esse é o primeiro romance da Cecelia Ahern que eu leio e sinceramente e não sabia o que esperar. A pessoa que me indicou é claramente apaixonada por esse romance, mas eu não sabia se ele era exatamente o meu tipo de livro, então preferi não criar expectativas. E foi dessa forma que acabei me surpreendendo positivamente não só com a narrativa como com seus personagens, com o desenvolvimento e a escrita da Cecelia.

Elizabeth é uma personagem que não me causou tanto impacto de início. Sua personalidade controladora e fria fez com que o nível de empatia com ela fosse muito baixo. Entretanto, a forma como a história é colocada tanto narrativamente quanto temporalmente faz com que o leitor consiga conhecer as diversas faces da personalidade dela. Através da narrativa em terceira pessoa da infância e do passado de Elizabeth é possível identificarmos o porquê da personagem ser dessa forma, e assim muitos dos pensamentos e ações que são descritos através da narrativa também em terceira pessoa pelo ângulo da própria passa a ter uma profundidade de significados muito maior. A autora soube muito bem como utilizar a sua escrita para a composição da personagem.

Com Ivan as coisas já se tornam muito mais íntimas. A narrativa em primeira pessoa nos permite conhecer muito melhor a personalidade dele assim como esse universo "mágico" que a autora explora no qual desejos são coisas extremamente poderosas e amigos são as coisas mais preciosas que uma pessoa pode ter. Ivan leva para a história uma certa irreverência divertida que faz com que seja fácil você não apenas gostar do personagem como também proporciona uma leitura muito mais simples, leve e divertida.

- Você tem razão, eu não tenho bom-senso. Não quero acreditar no que todo mundo acredita. Tenho ideias próprias, coisas que não me ensinaram e que não li nos livros. Aprendo a partir da experiência... você, você tem medo de experimentar qualquer coisa e por isso sempre vai ter o seu bom-senso e só o seu bom-senso.

A irreverência acima citada talvez seja a característica que mais marca o livro. A maioria das ações de todos os personagens - a assistente de Elizabeth em seu escritório de design, o seu sobrinho, os colegas de trabalho de Ivan e até mesmo o pai e a irmã de Elizabeth - adicionam um certo tom único a narrativa na qual a despretensão transborda. E isso fez com que todos os personagens fossem queridos de uma forma bem única.

Esse é um livro que com certeza vale o tempo. É uma história muito delicada e divertida em seu próprio jeito. E talvez o melhor de tudo é o seu final, que como todo o resto é simples, tocante e despretensioso; realmente encantador.  Se Você me Visse Agora é um livro que indico à todos e agora não vejo a hora de ler algo mais da autora


You Might Also Like

18 comentários

  1. Que capa mais inusitada kkk eu ainda não conhecia o livro mas já ouvi falar muito bem das obras dessa autora, pela sua resenha puder perceber que o livro é bonitinho e delicado mas que não me despertou um interesse de ler, acho que se tivesse a oportunidade eu leria por curiosidade

    ResponderExcluir
  2. Olá; eu ainda não li nada da autora, mas pela sua resenha fiquei bem curiosa com esse livro, principalmente por causa do Ivan.

    ResponderExcluir
  3. Olaa. A capa é muito linda. Nao li nada da autora nao sou muito chegada a romance hehe. Mas o Ivan criou uma expectativa em mim. cho que vou ler por causa dele hehe

    Beijão da Lari
    brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não sabia da existência desse livro da autora :O
    Eu fiquei curiosa, já vi um filme com enredo similar, gosto quando exploram o imaginário.

    ResponderExcluir
  5. Olá, acredita que eu não conhecia esse livro? Isso que eu digo ser uma amante dos livros da Cecelia. Mas gostei muito de saber dele e adorei a sua resenha. fiquei animada para ir atrás dele agora :D

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá!!
    Eu não conhecia esse livro da Cecelia, mas confesso que fiquei em cima do muro com a premissa dele. Eu tenho uma relação de amor e ódio com a autora porque ela publica tanto livros que eu amo, quanto os que eu odeio e, embora esse livro tenha aquela premissa batida de o amor curar as pessoas, acredito que é um livro que vale a pena ser investido.
    Não sei bem ao certo quando poderei fazer essa leitura, mas espero não me decepcionar quando o fizer.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Poxa, é um tema interessante. Não sei se eu compraria o livro, mas se eu ganhasse, certamente seria interessante conhecer melhor essa história.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Ainda não conhecia esse livro, mas preciso dizer que ele não me chamou a atenção. Ainda quero muito ler algo da autora, mas acho que não começaria por esse livro.
    Ainda assim, gostei da resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Adoro Cecelia Ahern, e até agora o único livro que não curti foi Simplesmente Acontece, os outros são todos incríveis. Então imagino que vou gostar deste também, a premissa é incrível!

    B-jussss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem??? Adoro todos os livros da Cecilia Ahern, sei lá gosto muito da escrita da autora, admito que as vezes acho um pouco devagar, mas sempre me surpreende com o final dos livros e a mensagem que ela passa em cada um deles.
    Adorei a sua resenha, muito bem explicativa.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  11. não conhecia a autora, mas lembro vagamente do nome de algum canto, pela capa nunca se imagina que o livro tenha uma história tão boa.

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Não conhecia esse livro da autora mas achei a premissa dele bem interessante!
    Que bom que gostou do livro! Espero em breve poder conhecer melhor essa história.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  13. oi ^^
    opa esse livro da autora é novo pra mim, apesar de não ter lido muito dela conheço boa parte deles.
    eu adorei a capa, achei divertida e bem condizente com a premissa, mas não é uma leitura que me chame a atenção sabe?
    gostei da sua opinião, mas no momento passo a leitura.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  14. A leitura não me tocou. Acho que os autores estão abusando um pouco desse lance de "personagem maduro que não sai da zona de conforto", por isso não me interessei.
    Mas achei interessante a parte do Ivan e talvez eu leria por curiosidade em relação a ele.
    bjs bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Sou muito curiosa com a escrita da Cecelia e desde o dia que vi esse livro na saraiva, que é pequenino em relação aos outros da autora, eu fiquei muito ansiosa para ler. Parece ser o tipo de livro que me prenderia até o final, mas também tenho receio de pegar pra ler e me decepcionar por estar colocando as expectativas lá em cima haha gostei bastante da sua resenha.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  16. Gosto muito da Cecelia Ahern, adoro a maneira como ela cria e conduz os personagens (são todos tão humanos!) e as histórias dela são sempre assim, despretensiosas, porém encantadoras. Li alguns de seus livros, tenho vários outros aqui na fila me esperando, mas Se Você Me Visse Agora eu ainda não tenho e nem sabia muito sobre o livro. Ler a resenha foi uma gostosa surpresa. =)

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
  17. Oie, tudo bom?
    Sempre tenho receio de ler o primeiro livro de um autor, mas esse da Cecelia sempre chamou minha atenção. Esse romance tem uma premissa tocante que tem elementos que eu costumo gostar nas leituras.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oee, que capa diferente... AMEI! Hahah

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Popular Posts

recent posts

Flickr Images