Desesperança e Impotência

16:38

Imagem: Olhar Paulista

O cenário é tão absurdo, tão chocante e, infelizmente, tão humano que é desesperador. Muitas vezes o pensamento que nos assalta é que é simplesmente melhor se manter longe, afastada. Mas esse é um pensamento efêmero. Não se esclarecer ou ainda não se manter alerta à realidade só significa que o que já está podre só pode piorar, ou seja, não há para onde correr. Mesmo tudo aquilo que serviria para aliviar um pouco a pressão não é tão eficaz ao ponto de realmente nos distrair e muitas vezes parece que só o que ocorre é dar uma perspectiva nova (e quase que igualmente ruim) de como a situação é insustentável.

Talvez uma das piores coisas nessa estranha e irritante realidade é a hipocrisia. Que uma parte da sociedade brasileira é particularmente e tipicamente hipócrita, e muitas vezes, ignorante não é nenhuma novidade; é uma verdade que todos têm conhecimento e que o próprio grupo escolhe hipocritamente ignorar. Não é preciso que as outras pessoas pensem, não é? Um seleto grupo pode muito bem fazer isso por todo o resto e empurrar de forma agressiva e incessante suas ideologias para os outros. Afinal, o que teria de errado em uma sociedade que não pode expressar nenhum tipo de empatia; que não pode nem mesmo reconhecer quando a mesma e os seus representantes falharam com os indivíduos; que não pode nem mesmo considerar aceitar que todos possuem diferenças e isso não é motivo para reações cheias de ódio e irracionalidade; que não consegue reconhecer que as coisas não se resolvem através de violência e ignorância?

É incrível o quanto conseguimos regredir. Não se pode haver pluralidades. Ou você é contra ou a favor; se não é azul é porque é vermelho; se não é meu amigo, se não é igual a mim, é com toda a certeza meu inimigo. Parecem não perceber que esse fenômeno cheio de uma ignorância férrea e uma racionalidade fria e cruel já se repetiu na nossa história. E tudo o que conseguiu foi nos desestruturar da forma mais íntima e ao mesmo tempo pública possível: colocou em evidência o pior que o homem pode chegar a ser. E estão querendo repetir isso!

Tudo aquilo que pode, de uma forma ou de outra, renovar a nossa esperança parece perder o seu brilho perante tantos absurdos. Os gestos de carinho, amizade, gentileza e bondade parecem não ser suficientes quando somos confrontados todos os dias com exemplos tão claros e amplos de seus antônimos. É nesse momento que a desesperança e o sentimento tão angustiante de impotência toma conta e parece tornar tudo ainda pior, pintando nossa perspectiva nos piores tons possíveis, deixando-nos céticos e revoltados nos sentidos mais intrínsecos de cada palavra. É claro que devemos lutar contra isso, é claro que queremos cumprir com nosso dever social e nos rebelar, fazer tudo ao nosso alcance para mudar, para tentar realiza a tão nobre diferença, mas essa não é de nenhuma forma uma tarefa fácil, ainda mais diante de uma realidade como a atual.

You Might Also Like

5 comentários

  1. Caraca, que desabafo tão assolado de desesperança, mas real. Já teve momentos de me sentir assim, como você descreve no texto, bastante desacreditada, mas depois, voltei pro meu eixo e como você sugere, fui pensar, refletir, meditar. Muito tem se discorrido de uma regressão humana, no momento, estou em dúvidas, mesmo com tanto incentivo a liberdade dos anos 60 a 80 e pouco se replica hoje... acho que vozes, antes silenciadas ecoaram e ecoaram para todo mundo ouvir, assustando seus opressores, talvez, estejamos num momento de gurra fria, mas a verdade é que isso tudo é bastante complicado e por vezes desesperador, é verdade que já senti o que você descreve em seu desabado.

    ResponderExcluir
  2. Acho que em todos os tempos houve extremismos.
    Talvez não era percebido no mesmo instante do ato praticado, porque não havia a velocidade das comunicações. Mas hoje, como tudo é instantâneo, parece que se acelera a violência também. Ao que parece o ser humano é violento por natureza. É preciso estarmos atentos sempre, pois há sempre pessoas que usam a violência, os extremismos a seu favor.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oláá
    Adorei o texto e o assunto proporcionado, concordo totalmente com tudo, o ser humano é muito violento e a cada dia eu consigo me impressionar mais. Então, essas colocações ficaram ótimas.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Uau!
    Que belo desabafo... gostei muito da forma que expos a sua opinião e concordo totalmente com você. A humanidade está cada vez mais desumana e isso é algo deprimente que infelizmente nos surpreende a cada dia mais.
    Parabens pela forma que se expos, você escreve muito bem.


    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  5. Seu texto é incrível, é um desabafo e tanto, sua opinião é totalmente igual a minha. A humanidade perdeu totalmente a essência e cada dia caminha mais e mais para a sua própria destruição.
    Continue escrevendo
    beijos
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Popular Posts

recent posts

Flickr Images