A Esperança - Suzanne Collins

22:28

Editora: Rocco
Páginas: 424
Sinopse: Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência.Começou uma revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra?


Após os eventos traumatizantes do final de Em Chamas, Katniss encontra-se em um dos piores cenários que nem mesmo sua mente pode lidar. Não bastasse ter que todas as lembranças de duas edições dos Jogos Vorazes e com tudo o que ocorreu com o Distrito 12 também tem que lidar com tudo o que pode ou não estar acontecendo com Peeta, já que o mesmo acabou nas mãos do presidente Snow após o fim do Massacre Quartenário, após ser abandonado por seu mentor Haymitch e os rebeldes.

- Uma vez na arena, o resto do mundo se torna distante - continua ele, - Todas as pessoas e coisas de que você gostava ou amava praticamente deixam de existir. (...) Por pior que se sinta com relação a isso, você vai ter de matar, porque na arena você só consegue um único desejo. E custa muito caro.
- Custa sua vida - diz Caesar.
- Ah, não. Custa muito mais do que sua vida. Assassinar pessoas inocentes? (...) Custa tudo o que você é.

Em meio à nova realidade da existência do Distrito 13, Katniss tenta lidar não só com esses traumas como também o fato de que esse na verdade não foi subjugado pela Capital durante a guerra de quase 80 anos antes. A revolta é incontrolável. Durante todo esse tempo o 13 foi um lugar seguro e forte e simplesmente não se importou com todas as outras milhares de pessoas dos outros doze distritos que ainda viviam sobre a mão de ferro da Capital. Não é para menos que perante tudo isso Katniss resista a assumir sua posição como o Tordo na revolta que está se espalhando cada vez mais por Panem.

Entretanto há um motivo pelo qual Katniss possa fazer o que a presidente do distrito 13, Coin, quer e isto é a segurança de Peeta e os outros Vitoriosos que não tiveram a mesma sorte que ela de ser resgatada pelos rebeldes. Tendo isso em mente, a garota em chamas finalmente se torna o Tordo e a revolução segue com força total com o objetivo de derrotar a Capital, enquanto que para Katniss é a coisa que mais importa é matar o presidente Snow.

Enquanto que Em Chamas foi o ápice de todas as formas da trilogia Jogos Vorazes, a conclusão da mesma foi um tanto quanto decepcionante em quase todos os sentidos, infelizmente. A trama em si já não conseguiu me atingir tanto assim; o elemento humano que provocava tão bem a empatia durante os dois primeiros livros parece perder sua força em A Esperança. Mesmo o livro ainda apresentando as mortes e viradas de formas chocantes e surpreendentes como nos outros não há o mesmo nível de emoção ou uma verdadeira conexão com os personagens, fazendo com que a leitura em si fosse muito menos envolvente e seu impacto um tanto diminuído.

- Você ainda está tentando me proteger. Verdadeiro ou falso? - sussurra ele.
- Verdadeiro - respondo. A resposta parece requerer mais explicações - Porque isso é o que você e eu fazemos. Protegemos um ao outro.

Uma das personagens, na verdade, é um dos maiores problemas. Como não poderia deixar de ser, o desfecho é altamente concentrado em Katniss e é clara a regressão que a mesma sofre em praticamente todos os sentidos. Mesmo compreendendo todo o trauma e pressão aos quais ela estava tendo que lidar foi impossível, durante várias vezes, não me perguntar onde estava a "garota em chamas" dos primeiros jogos ou ainda toda a complexidade e maturidade que ela tinha atingido durante o Massacre Quartenário. É incrível como logo nesse momento da distopia Katniss mais transmite a sensação de ser um fantoche do que em qualquer outro; entendo que a mesma seja o Tordo, o símbolo da revolução, e sendo assim o poder da mídia, da propaganda seja tão essencial, mas isso não diminuiu em nada minha insatisfação e irritação com a falta de ação da personagem durante boa parte do livro. Peeta e até mesmo Gale (!) agiram e agradaram muito mais nesse sentido.

Em contra partida a esses aspecto negativos, A Esperança conseguiu agradar com a complexidade do enredo político e ético de toda a distopia. O diálogo e a visão que são expandidas nesse último volume torna-se muito mais crítico e isso conseguiu se caracterizar como uma das melhores coisas dessa leitura. Mas o mais especial e latente dessa série distópica e o porquê dela ter ganhado um lugar especial na minha mente é de como a critica não se restringe a falha ideia de sociedade que permeia a história humana como o próprio instinto humano. Durante toda a trilogia, e mais especificamente esse livro, vê-se claramente que mesmo que o ser humano possua qualidade únicas tem também a capacidade de ser muito pior do que qualquer animal selvagem ou até mesmo de algum "bestante" criado pela Capital. O homem pode ser, das mais diversas maneiras, verdadeiramente vil.

Mas o pensamento em prol do coletivo normalmente possui vida curta. Somos seres volúveis e idiotas com uma péssima capacidade para lembrar das coisas e com uma enorme volúpia pela autodestruição.

Apesar de A Esperança ter me decepcionado um pouco pelos motivos já citados, a leitura da trilogia de Jogos Vorazes me agradou imensamente. Collins não só traz uma crítica social e humana muito importantes como também consegue apresentar um enredo fascinante, cheio de reviravoltas e que consegue envolver de forma impressionante o leitor (Em Chamas *-*). Mais do que recomendado, com toda a certeza.


You Might Also Like

20 comentários

  1. Olá!!! ainda não li A Esperança, não tenho coragem na verdade, gostei bastante dos livros anteriores e ainda não li o desfecho da série. quem sabe esse ano não me descida ahah. bjs

    http://notinhasderodape.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca li nenhum livro da série, acompanho tudo só pelos filmes, e amo tudo! Amo muito! Ainda não assisti ao terceiro filme (e também nem sei se o quarto já estreou), justamente porque quero ler o livro antes. Mesmo que você não tenha gostado tanto, continuo animada! Hahahah :)
    Um abraço!
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa, me parece tão sanguinário. Ainda não li nada da série nem vi os filmes, somente os comerciais. Então, não me sinto a melhor das pessoas para comentar, mas é chato você não ter gostado tanto, quando ler, venho aqui para comentar com mais propriedade. Mas assim, diante de tudo que você descreveu que ela passou, é até natural que ela possa dar uma regredida, eu acho...
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá! Sua resenha está muito fantástica! Gostei das suas opiniões são fortes e muito bem decisivas. Sobre o livros já tinha visto outras resenhas, mas não me interessei ainda. Por enquanto é uma leitura que tenho deixado passar!

    Abraço!
    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  5. Não li esses livros e sempre escuto o pessoal falando super bem, mas como não sou fã de distopia nunca me dei uma oportunidade.... mas sinto que preciso deles na minha estante rsrsrsrsr
    bjus

    ResponderExcluir
  6. Ooláá
    Adorei sua resenha, amo a trilogia mas esse foi o que menos gostei, aliás, me recordo muito pouco da leitura, quase nada e queria poder ler de novo com mais paciência.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Acredita que ainda não li esta série? Pois é, acabei vendo o filme 1 e só. Pretendo comprar os livros para poder conhecer melhor o enredo que tanto encanta. Uma pena este volume ter te decepcionado.
    Bjs,Rose.

    ResponderExcluir
  8. Amo a Katniss. Amo a trilogia. Eu entendo a sua crítica em relação a A Esperança. Seu fundamentação foi ótima. Para mim, o mais importante desse livro você pontou muito bem: "com a complexidade do enredo político e ético de toda a distopia". Isso eu acho fantástico.

    Beijos. Bela resenha.

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Gosto muito da trilogia, mas A Esperança me decepcionou também.
    A Katniss é uma das personagens que mais me deixaram irritada na literatura.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  10. Oi oi, como vai?
    Eu particularmente não fiquei satisfeita com o fim da trilogia.
    Achei que ficou bem corrido, com falta de informações e um tanto mal escrito.
    Mas gostei muito da sua resenha, escreveu muito bem!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Bem eu li todos os livros e gostei do conceito da autora sobre o enredo, o filme se aproximou da ideia e de imaginar como seria. Gosto dessa trilogia.

    ResponderExcluir
  12. Ola lindona essa trilogia não li, apenas assisti os filmes, mas uma pena que o desfecho não te agradou tanto assim. Afinal esperamos tanto pelo final. Espero gostar do desfecho pelo menos na adaptação. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei bastante, sou fã, até comprei os livros após a leitura!
    Parabéns pelo blog, estou seguindo!
    http://devaneiosdalila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie, Gabby!
    Sou suspeita demais para falar. Acho A Esperança o melhor livro da trilogia. O modo, como você bem citou, que a Katniss parece fraca e acabada. Estraçalhada. Eu achei essa transformação magnífica. Não importa o quanto a gente seja forte, não importa o quanto ergamos a cabeça, a crueldade humana sempre será capaz de nos derrubar. Alguns sabem lidar com isso, outros não. Katniss resistiu à primeira onda, à segunda, à terceira... Mas em A Esperança a vemos à beira de um colapso porque ela já não aguenta aquilo tudo. Passou perfeitamente a ideia de desespero da protagonista, por isso pra mim sempre será o melhor livro.
    Mas adorei sua opinião sincera. Com certeza Peeta e Gale foram mais maduros, isso não tem como negar. Mas talvez porque a carga estivesse mais concentrada em Katniss do que jamais esteve em qualquer um dos dois.
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando || Livre-se você também!

    ResponderExcluir
  15. Eu parei com a série no segundo livro, Em Chamas. Em até certo ponto eu estava gostando demais do enredo, mais depois me entediou muito o livro, esperava um pouco mais. Não consegui ler o terceiro volume até hoje.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá, boa noite!

    Eu não li nenhum livro ainda, mas tenho bastante curiosidade sobre. Quem sabe futuramente eu tenha a oportunidade de lê-los.


    Beijo!
    Livros & Tal [ http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/ ]

    ResponderExcluir
  17. Oie, tudo bom?
    Não li a trilogia ainda, mas sei que muitas pessoas comentam sobre esse polêmico terceiro livro da série. O que mais chama minha atenção na trilogia é o foco político que a narrativa tem. É uma pena que a protagonista tenha perdido sua sagacidade no último livro. Espero ler a série ainda esse ano.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá.
    Confesso que foi uma trilogia de mais baixos do que alto. Algumas ações da protagonista e os pensamentos bobinhos que as vezes ela tinha no decorrer dos três livros, realmente me irritaram. Principalmente esse triângulo amoroso que existiu não sei porque. Mas mesmo assim o foco da sociedade, politica, realmente me agradou.
    Parabéns pela resenha e pela opinião sincera.
    Beijos, sucesso.

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu vivo prometendo que vou ler essa série e só adio. Já vi todos os filmes, e isso me desamima a ler. O que mais gosto da série é justamente a forte abordagem política, e é bom saber que esse último livro foca bem nisso. E já vi outras pessoas reclamarem da postura da Katniss nesse livro, e que por isso ficaram um tanto quanto decepcionadas com o desfecho da história.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Também achei Em Chamas melhor. Achei que houve muitas mortes desnecessárias em A Esperança. Mas estou ansiosa para ver o filme.

    Adorei o blog!
    Estou seguindo.

    www.meuslivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Popular Posts

recent posts

Flickr Images