Julieta - Anne Fortier

21:13

Editora: Arqueiro
Páginas: 448
Sinopse: Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, mas, desde que seus pais morreram, foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose. Quando Rose morre, deixa a casa para Janice. Para Julie restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei. A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar muito antigo e misterioso. Intrigada, Julie parte para Siena. Mas tudo o que a mãe deixou foram papéis velhos - um caderno com diversos esboços e uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio. Mas logo ela descobre que a caça ao tesouro está apenas começando. É a história de uma lenda de mais de 600 anos que atravessou os séculos e foi imortalizada por Shakespeare. Mas é também a história e uma mulher moderna, que descobre suas origens, sua identidade e um sentimento devastador e completamente novo para ela: o amor.




Em Julieta é apresentado uma versão um tanto quanto diferente da tragédia mais conhecida da literatura, Romeu e Julieta, de Shakespeare. Tudo começa quando Julie Jacobs recebe a notícia de que sua tia-avó, Rose, morreu. Rose foi quem criou ela e sua irmã gêmea, Janice, após a mãe delas, Diane, e o pai morrerem em um acidente em Siena. Como eram muito pequenas e tinham pouquíssimas lembranças dessa época a tia foi para as duas como uma verdadeira mãe, motivo pelo qual a morte dela, mesmo tendo mais de 80 anos, ser devastadora.

Entretanto, como se não bastasse apenas isso, Julie descobre em seguida que toda a herança vai para sua irmã Janice, a quem ela detesta. Simplesmente não é justo. Sua tia sempre tentou tratá-las igualmente e de repente Janice, que nunca respeitou ninguém, vai ficar com tudo? É nesse momento que Umberto, o sempre fiel mordomo que faz parte das primeiras e mais doces lembranças dela, entrega-lhe uma carta de tia Rosie. E o mundo despenca. Julie então descobre que seu nome na verdade é Giulietta Tolomei e sua mãe pode ter encontrado um tesouro familiar e quer que ela fique com ele.

Seria difícil apontar o exato momento em que minha relação com Janice tinha começado a desandar. Nossa infância fora repleta de conflitos, mas isso acontece com quase todas as pessoas e a maioria esmagadora da humanidade parece capaz de chegar à maturidade sem perder por completo o amor dos irmãos.
Nós não. Aos 25 anos, eu já não me lembrava da última vez que tinha abraçado minha irmã ou mantido com ela uma conversa que não acabasse num bate-boca infantil.

Com 25 anos, vinte mil dólares de dívidas em seu cartão de crédito e sem ter mais nada de nítido em seu futuro Giulietta decide que não fará mal nenhum ir atrás deste tesouro em Siena. O problema se inicia quando ela descobre que o tesouro na verdade não passa de cartas e velhos documentos que parecem ser provas de que a história de Romeu e Julieta realmente ocorreu, e não é exatamente aquela contida no romance de Shakespeare, e que para chegar a esse tesouro ela terá que desvendar as confusas pistas deixadas por sua mãe enquanto também tem que lidar com a descoberta de uma nova família, uma nova realidade e a desconfiança de Alessandro Santini, chefe de segurança do banco Salimbeni - os mortais inimigos dos Tolomei e seus companheiros em uma maldição que persegue as famílias desde antes da grande Peste.

Capítulos alternados entre o tempo atual e 1340 mergulha o leitor não só na aventura de Julie e suas descobertas como também no romance de Romeo Marescotti e Giulietta Tolomei - a original - com mudanças significativas ao enredo shakespeariano, principalmente no que diz respeito à maldição. De forma bem planejada e fluida a intercalação entre as duas histórias torna a leitura rápida, gostosa e muito empolgante. Um aspecto que contribui e muito para isso é a forma como o clássico foi remontado e como cada elemento da Idade Média é trabalhado a favor do enredo, além de que a dinâmica entre a Siena medieval e a atual é maravilhoso de se observar não só nas diferenças que é possível observar como naquilo que praticamente continua igual, como o fato de a cidade ser dividida em contradas - da Coruja, da Águia, do Unicórnio - com seus próprios líderes - decididos pela família de nobres que deu início a contrada -, seus brasões e orgulhos a serem defendidos e é isso que define quem é amigo ou inimigo de quem.

O mundo se desenvolvera a seu redor, mas Siena não se importava. O direttore Rossini me dissera que, para os sienenses, a era de ouro tinha sido o final da Idade Média e, à medida que fui andando, percebi que ele tinha razão. A cidade se apegava a seu eu medieval com obstinado descaso pelos atrativos do progresso. Havia toques do Renascimento aqui e ali, mas, em linhas gerais, como dissera o gerente do hotel, com um risinho desdenhoso, Siena fora sensata demais para se deixar seduzir pelos encantos dos playboys da história, os chamados mestres que transformavam casas em bolos de várias camadas.
Como resultado, o que havia de mais belo em Siena era sua integridade.

Outro fator que faz a leitura ser deliciosa é o quanto o enredo é sólido, mesmo com diversas reviravoltas é nítido o quanto cada peça realmente se encaixa e coisas que nem mesmo pareciam ter uma grande importância colabora para o cenário e descobertas finais da história de forma mais que satisfatória. Mais do que isso, o desenvolvimento da narrativa é bem arquitetado e mesmo que em poucas páginas há vários novos acontecimentos, novos mistérios ou novas respostas parece ser natural; não é forçado ou atrapalhado, o que só contribui para a sensação de sedução que é inerente a história.

No que diz respeito aos personagens também há um elemento que os destaca cada um à sua própria maneira: seja os do passado ou do presente todos possuem diversas camadas, são complexos e isso evidenciou o quanto cada um deles é verdadeiro. Enquanto que a Giulietta e o Romeo continuam a ter uma personalidade muito próxima ao dos personagens originais, com realces muito bem colocados, todo o "elenco do presente", demonstra essas diversas facetas muito bem: Janice não é apenas uma vaca (apesar de eu até gostar disso nela) assim como Eva Maria - a primeira pessoa a acolher Julie em Siena - é muito mais do que apenas um rica Salimbeni que gosta de esbanjar luxo e ainda Alessandro, que apesar de demonstrar durante boa parte do livro ser bastante cínico e sarcástico também consegue ser fascinante e doce de uma forma toda dele. Já Julie representa um caso especial: uma personalidade que é forte ao mesmo tempo que não é. Ela não é segura de si e por isso desistiu e muitas coisas na infância e na adolescência em favor de Janice, não querendo ser comparada a irmã, mas também não consegue simplesmente abaixar a cabeça e se deixar pisar por qualquer um tão fácil assim (ela nervosa discutindo com Alessandro e a irmã rendeu cenas maravilhosas de se ler); uma personagem que tinha muito para ser chata, mas não, encanta com suas trapalhadas, o que fica fácil já que a narrativa é contada em primeira pessoa por ela - e o passado é em terceira.

Janice riria de mim, se tomasse conhecimento de minhas ideias românticas. "Lá vamos nós de novo", ela zombaria, "Jules sonhando com um homem que não pode ter. Mas às vezes esses eram os melhores.

Algo que é mais do que válido de ser destacado é o cuidado de Anne Fortier com a história. Além de tudo aquilo que já é natural de se dedicar ao se criar uma narrativa ela também demonstrou uma enorme dedicação à verossimilhança em Julieta. Não só ela fez uma enorme pesquisa - com a ajuda da mãe - para poder fazer todas as descrições da cidade de Siena, seus monumentos e prédios mais próximos detalhes como as próprias relações sociais e rixas entre as contradas e ainda no que diz a própria teoria de que Romeu e Julieta possa ser baseado em fatos reais e ainda as pesquisas históricas que a versão mais antiga do clássico foi realmente ambientada em Siena e se originou na mesma. Independente do livro, sempre é bom saber o quanto a preocupação do autor foi para com a obra e seus leitores e isso, ao meu ver, só deu um gosto mais especial à leitura.

Esse é o primeiro romance de Anne e ela já está de parabéns, com toda a certeza. A história e seus personagens são incríveis e conseguem marcar o leitor de forma especial. De forma geral, tudo no livro é maravilhoso. Infelizmente a edição que possuo, com essa capa com a rosa não está mais disponível, o que é uma penas porque acho ela linda de morrer, e a nova edição é essa aí do lado. Na minha opinião, uma troca infeliz. Um filme também está prometido, mas ainda não há muitas informações sobre o mesmo. De qualquer forma, super vale a pena conferir, livro mais do que recomendado.



You Might Also Like

29 comentários

  1. Uma readaptação de Romeu e Julieta? hummm.. preciso ler para conferir como isso funciona!
    Se ela encontrou vestígios que a história realmente existiu, pode ficar rica com as cartas. enfim, gostei da resenha, mas entra num autor que amodoro e preciso ver com meus próprios olhos :D
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu achei a premissa da história bem interessante, só por Julieta dessa vez ser uma mulher madura já ganhou pontos comigo. Pois o que me deixa com o pé atrás na história de Shakespeare é justamente a imaturidade dos personagens. Olha eu gostei mais da capa nova, rsrsrs apesar da rosa ser linda também. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei saber que é readaptação de Romeu e Julieta , a premissa do livro me deixou curiosa. A capa está linda . Como ficará o relacionamento dessas irmãs ? beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Nossa, que demais! Vou confessar que nunca li Romeu e Julieta, não sei bem ao certo o porque.
    Gostei bastante da capa desse livro, e fiquei bem interessada!
    Super beijo
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  5. Gostei da sinopse e da resenha. Acho que lerei mais pra frente!
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  6. Oláa! Td bem?
    Eu amei esse livro quando o li. Achei romantico, tocante e emocionante... A minha edição também é a da rosa, e achei a capa da nova edição muito infeliz mesmo, sorte que já tenho o meu hehehehehe
    Adorei sua resenha, está muito bem feita e deu para se conhecer um pouquinho de cada personagem e da história. ^^

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Que livro interessante! Não conhecia a obra e fiquei interessada imediatamente ao saber que era uma releitura de Romeu e Julieta, um dos meus clássicos preferidos!
    Amei sua resenha e definitivamente vai pra minha lista de leituras!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  8. E ae blz?
    Quando vi o titulo da resenha jurava que ia ser um desses new adult que não curto muito, mas me enganei bastante hein,
    Achei super incrivel o livro se basear em torno da historia de Romeu e Julieta (me lembrou bem levemente Dan Brown). Fiquei bastante curioso pra le-lo
    Sua resenha está sensacional.

    Abraços
    des-construindooverbo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olááá
    Caramba, a leitura deve ser ótima, depois de tantos elogios até fiquei curiosa, não lembro de ter ouvido falar no livro antes mas adorei o enredo e tudo mais, é uma ótima resenha e ótima dica.

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Catharina
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Amoooo releituras e esta parece incrível. Por tudo que você falou, tenho quase certeza de que vou gostar mais do que a história original, rs.

    ResponderExcluir
  11. Ahhh, a outra capa é bem mais bonita mesmo!! Não sei por que mudaram!
    Mas, de qualquer jeito, me apaixonei pela história! Adoro romances que nos levam a uma viagem no tempo. Tinha que ser da Editora Arqueiro, né?
    Obrigada pela dica, adorei!

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Comprei esse livro e não li ainda.
    Imaginava que fosse gostar agora tenho certeza. Um bom enredo é fundamental em qualquer história.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Nossa, que resenha é essa e que capa linda que a Arqueiro fez, essa editora me mata do coração, eu gostei muito das duas coisas e acho que irei gostar muito desse livro, mais um para a lista de compras.

    Beijos
    entaotudoaconteceu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Gostei demais! fiquei curiosa por esse entrelace entre a história original e esta outra. E da forma como vc descreveu me parece ser muito interessante entrar nas linhas desta história. *-*

    parabéns pela linda resenha! (=

    Vanessa Vieira
    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    nunca li a verdadeira história de Romeu e Julieta. Será que ficaria muito perdida se começasse por esta?
    Gosto de narrativas intercaladas, como esta, mesmo que acabe me perdendo um pouco na maioria das vezes. Imagino o desespero da garota quando descobriu que o tesouro na verdade eram cartas e depois a esperança quando soube que as cartas que levavam a um tesouro.
    Gostei da sua resenha e com certeza leria o livro.
    Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá,,
    Não faz muito meu estilo esse tipo de leitura...
    Achei a capa muito bonita e conseguiu retratar bem a história.

    Bjs
    http://serieslivroseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Não li Romeu e Julieta, mas quem não conhece a história??
    Fiquei bem curiosa, achei a proposta da autora muito legal e criativa, e pela sua resenha pude ver que foi bem escrita.
    E essa capa ficou linda, adorei!
    Espero poder ler em breve e gostar tanto quanto você!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Nossa, que lindo o seu blog. Amei conhecê-lo!
    Sobre o livro: eu o li há alguns anos me apaixonei por ele. Sério, foi uma das minhas melhores leituras. A narrativa me prendeu totalmente.

    Até a próxima,
    @AlineCrismel
    sobrelivrosemaisumpouco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Nossa! Fiquei morrendo de vontade de ler esse livro! Adorei essa proposta dada ao clássico de Shakespeare! Estou adicionando na minha lista de desejados!

    Beijinhos!
    www.citacaonumclick.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    Eu já li esse livro há um bom tempo, e me lembro de ter gostado bastante. A narrativa é realmente gostosa e desenrola de forma rápida, tiveram alguns detalhes que me incomodaram um pouco, mas no geral foi uma boa leitura.
    Adorei a sua resenha.

    Beijos ♥
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não li Romeu e Julieta, mas tenho bastante curiosidade com a história e com suas várias versões por ai, por isso fiquei curiosa com essa. Imagino que o livro iria me agradar muito, além de ter uma capa linda, ele parece ser realmente bem interessante. Algo que gostei bastante foi essa alternação entre os capítulos, deve ser realmente bem curioso acompanhar as aventuras de Julie e também as de Romeo e Giulietta. Enfim, gostei bastante da resenha, espero um dia ter oportunidade de ler esse livro o/

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Gosto muito de ver adaptações, ainda mais de um romance tão bom e famoso como este. Não tive ainda oportunidade de ler este livro, mas ele sempre esteve entre os meus interessados, mesmo antes desta nova roupagem na capa dada pela editora.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  23. Olá! O livro parece ser muito interessante, mas não faz muito meu gosto. Vou esperar a adaptação para o cinema, se for bom eu leio o livro. Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Oieee!
    Nossa q legal, n sabia q existia um livro assim. Nunca li Romeu e Julieta e nem pensava ler um livro só de Julieta, mas sua resenha foi tão positiva e como vc diz q a história é bem sólida e envolvente, da até vontade de ler e ficar por dentro deste clássico histórico!!
    Bjos!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  25. Nossa que legal, eu não conhecia esse, quero ler.
    Tenho que confessar que eu nunca li Romeu e Julieta, não sei porque mas nunca consegui me interessar em ler. mas eu acho que esse eu leria, obg pela dica

    ResponderExcluir
  26. Oiii.
    Parece ser um livro super gostosinho de ler *--*
    Um romance com mistério e intrigas, sem aquela melação exagerada do original, pelo menos é o que parece rsrsrs
    Ai que deli! Com certeza vai para minha lista!!!

    Beijos ;*
    Proseando com uma BibliophileFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  27. Oi..
    Eu gosto bastante de releituras, essas histórias baseadas e tudo mais. Eu não conhecia o livro, mas quem nao conhece a historia de Romeu e Julieta não é mesmo? Gostei muito da sua resenha e me interessei pelo livro.
    Irei procurar mais sobre ele

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  28. Cara, eu AMO releituras de clássicos, porque são histórias ótimas, mas com um toque moderno. Ainda mais tendo uma Giu ao invés de Ju, acaba com meu coração. rsrsrs! E depois de tantos elogios ao enredo e desenvolvimento, como não ficar interessada? Indo pra lista de desejados já!
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  29. Olá :)
    Caramba, amo livros que dão essa pegada de época. Releituras interessantes tornam os clássicos ainda mais legais. Adorei saber que a Julieta é uma mulher madura e segura de si, estou cansada de personagens mimadas e egocêntricas. Fiquei bem interessada nesse romance.
    Realmente a capa antiga era mais legal.

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir

Popular Posts

recent posts

Flickr Images