@mor - Daniel Glattauer

15:39


Editora: Suma de Letras
Páginas: 188
Sinopse: Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Ela é casada; ele ainda está digerindo o fracasso de seu último relacionamento - e nada como a curiosidade, instigada por frases bem-encadeadas numa caixa postal eletrônica, para que os dois se esqueçam dos obstáculos sejam impelidos a marcarem um encontro. Mas a expectativa é uma faca de dois gumes, trazendo o medo de que a realidade não esteja à altura da fantasia. Este romance de estreia de Daniel Glattauer, campeão de vendas na Alemanha e na Espanha, explora, no ambiente do século XXI, sentimentos compartilhados por amantes de todas a gerações.





@mor conta a história do relacionamento inusitado de Leo e Emmi. Nenhum dos dois se conhece e o primeiro contato deles ocorre por um e-mail enviado à caixa de entrada errada. Após mais uns poucos mal entendidos iguais os dois iniciam um diálogo que rapidamente se torna muito pessoal e importante para o dia-a-dia deles.



A cada e-mail enviado e recebido essas duas pessoas que a priori não tem nada em comum um com o outro se conhecem mais intimamente e formam uma relação que não sabem definir e nem mesmo querem, pois sabem que no momento em que a mesma sair do âmbito virtual será arruinada, além do fato de Emmi ser "feliz no casamento". E é exatamente por esse conhecimento ser comum aos dois que eles preferem não se encontrar

E se você, essa tal Emmi que calça 37, consta a priori: "provavelmente nós nunca iremos nos ver", então você tem toda a razão e eu divido contigo a mesma opinião. Considero muito, muito prudente, que nenhum encontro entre nós ocorra.

Entretanto, com o tempo o relacionamento vai se tornando cada vez mais sério e a tensão e a curiosidade - tanto sexual quanto de conhecer o rosto da pessoa para o qual se faz confidências - crescem relativamente durante a narrativa, levando os dois a terem que tentar conciliar essa relação quase que essencial para ambos com a vida que é palpável e que existe além de uma caixa de entrada.

Três dias mais tarde
Assunto: Falta algo
Caro Leo, quando você fica três dias sem me escrever, duas coisas me ocorrem: 1) Sinto saudades. 2) Falta-me algo. Amas não são nada agradáveis. Faça algo a respeito!
Emmi

O romance apresenta uma proposta muito legal de demonstrar como uma parte dos relacionamentos se desenvolvem nessa era digital, como é quase que desnecessário o contato físico para que uma relação cresça. Mas o autor acabou fazendo essa aproximação de uma forma muito prematura no livro e antes mesmo da página vinte já vemos os dois com uma intimidade única, e se isso tivesse sido conduzido de forma natural não haveria problema mas não foi o que aconteceu, pelo contrário, ficou algo um tanto forçado de início. Também neste começo vemos os dois levantado questões que não cabiam ao momento da narrativa e da "amizade", questões estas que se encaixariam muito melhor se ocorressem mais a frente.

O quesito personagens talvez foi aquele em que a narrativa mais pecou. Sinceramente, Leo é o único que consegue despertar um pouco de simpatia durante a leitura graças a sua personalidade mais direta e verdadeira, já a Emmi é simplesmente irritante, sendo que em alguns pontos era extremamente contraditória e até mesmo mesquinha. Um dos aspectos mais irritantes da mesma é que o que ela mais se importa se um dia chegar a conhecer o Leo é com a sua aparência além de morrer de ciúmes do mesmo, mas fica nervosa com a insinuação de que o casamento dela não seja tão perfeito e que, sim, ela faria sexo com ele, trairia o marido, Bernhard. Então o que ela quer? Na verdade, existe tanto drama sobre levar a relação para um nível sexual que me fez imaginar que se isso ocorresse quem sabe a história ficaria mais interessante.

Você tem sua "proximidade", eu tenho a minha aventura extraconjugal. Devemos admitir, é uma ideia excitante. Mas é também um pouquinho uma fantasia masculina, tenho de lhe dizer, querido Leo. De qualquer jeito a gente não pode se meter nisso. Ou, pra formular de modo ainda mais claro: não comigo!

O fato da história ser contada inteiramente em formato epistolar teve seus pontos altos e baixos durante o livro. De um lado, é super interessante que Glattauer conseguiu fazer um romance inteiro utilizando-se apenas da troca de e-mails entre os personagens sem perder a consistência e sem fazer com que toda a história se contradissesse, mas vendo por um aspecto mais pleno o fato de os emails serem apenas entre os dois protagonistas e o assunto ser praticamente sempre o mesmo - os dois - a narrativa acaba se tornando um tanto cansativa; nunca há uma pausa do drama deles e nem mesmo outros personagens são realmente explorados. Além disso há ainda o fato de que não dá para conhecer realmente Emmi e Leo, há apenas os dois dentro das trocas de correspondência, não temos uma visão de como é a interação deles com outras pessoas e em diferentes situações apenas pequenos vislumbres, como por exemplo quando a amiga de Emmi, Mia, é introduzida, mas pelo desenrolar de tudo dá a entender que qualquer pessoa que entre nessa dinâmica vai estragar completamente a relação dos dois.

Isso é ruim? Isso é traição? O que é traição? Um e-mail? Ou uma voz? Ou um cheiro? Ou um beijo? Eu gostaria de estar agora com você.

Se há uma palavra que pode resumir tudo o que a leitura de @mor representa é frustração. A leitura apresenta um tema muito legal e tinha tudo para dar certo, mas simplesmente não dá. Os personagens conseguem irritar desde as primeiras páginas, todas as relações apresentam um cinismo que não é nem mesmo atrativo por ser real ou cru, pois a distância que acaba ocorrendo entre leitor e personagem não te deixa se importar ou envolver muito e tudo acaba sendo apenas irritante. E isso fez tanto parte de toda a leitura que mesmo o livro acabando em um ponto crucial da história eu nem mesmo estou curiosa pra saber como isso vai se desenrolar e, portanto, não vou fazer nenhum esforço para ler a continuação, Emmi e Leo - a Sétima ond@.



You Might Also Like

30 comentários

  1. Um amor ao 'acaso', interessante. Já vivi uma história de amor ao acaso que não durou muito, mas foi legal...
    Bom, no geral o livro não despertou meu interesse, acho que não compraria...
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!! Eu concordo com você!! Mas eu adoro romances epistolares, e mesmo me frustrando eu fui até o fim. Eu não sei até hoje descrever o que eu acho de @mor, eu detesteeeeeei a Emmi, não concordei com muita coisa e em qualquer outro livro, eu já teria largado, mas por algum motivo eu não consegui desgrudar os olhos das páginas, eu TINHA que saber o que ia acontecer. Mesmo com trocas de emails, tem um passo rápido né? E eu achei envolvente e cheio de reviravoltas. Eu também ainda não li a continuação, eu vou ter que ler pra saber, mas também não tô com pressa, haha talvez num dia que eu esteja muito zen, paz e amor, eu tente a continuação hahaha beijos! http://www.trocandodisco.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi! Tudo bem?

    Eita gente, que tenso! Juro que esperava ler uma resenha positiva desse livro; até hoje, só me deparei com gente falando bem ou razoavelmente bem dele.

    Porém, entendo a sua posição. Pensando por um lado, essa narrativa com desenvolvimento só nos dois deve ter irritado mesmo, sem falar que quando os personagens não nos envolvem, não tem diabo que nos faça criar um laço afetivo com a história.

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bom?

    Eu gosto das histórias q acontecem por acaso e quando comecei a ler a resenha jurava que esse livro seria um dos melhores no assunto, é algo tão improvável de acontecer que nos faz querer saber mais sobre, mas realmente, um enredo que foca demais em apenas dois personagens vira um enredo muito arrastado, assim como uma história cheeeeeia de personagens, fica muito complexa e difícil de acompanhar (tipo GOT mas o livro é perfeito msm assim kkkk) enfim... adorei a resenha e a sinceridade!

    Gustavo http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Primeira vez que leio sobre esse livro, e tenho que dizer, não me interessou pois não é muito o meu genero. Gostei da sinceridade com que fez a resenha.
    http://viajandopelapaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Confesso que a premissa do livro chama a minha atenção e até estava interessado em lê-lo, mas depois de sua resenha acabei me desanimando e desistindo de ler o livro! :/ Parabéns pela resenha, gostei da sua sinceridade! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Nossa... sua resenha meio que me frustrou :o
    Eu ouvi muitas coisas sobre esse livro, ótimas inclusive, mas pelo seu ponto de vista eu fiquei meio... e agora? :/
    Parabens pela sua resenha e pela sua sinceridade... isso atualmente é uma coisa rara de se ver ne

    beijos
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Quando vi a sinopse e a capa eu pensei que ia adorar o livro, mas conforme você foi falando na resenha eu mudei totalmente de ideia ! Quando você disse que os personagens eram totalmente irritantes foi o fim mesmo kkk definitivamente não é livro para mim.

    ResponderExcluir
  9. Oooi,

    Nossa que triste que você não curtiu :( :(
    Já vi muitas resenhas positivas e essa é a primeira negativa, mas gostei da sua sinceridade.
    Eu não sei se leria, mas eu até me sinto interessada pela sinopse, só que ao ler a resenha meio que dei uma desiludida :(


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  10. Achei os pontos negativos levantados por você tão sensatos e maduros que não vejo motivos para eu querer ler esse livro.

    Um gênero que traz outro gênero, mas que não consegue entregar nada além de e-mails trocados por duas pessoas sem graça, não me parece uma trama envolvente.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oláá
    Poxa, que chato que não curtiu, mas acontece haha fazer o que?
    Eu não o li mas tenho aqui para ler daqui um tempo, espero gostar bastante, aliás, é uma história que me atrai muito, mas agora vou com um pé atrás haha vc não é a primeira que não gostou e isso me faz ficar com menos expectativa.

    Catharina
    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Gabby, oposto de você eu gostei muito do livro hahaha! Talvez, porque a temática tenha me chamado muito atenção e eu já vivi um amor bem parecido, bem ao acaso mesmo, e acredito que hoje a internet aproxima pessoas que tem muito em comum de forma inesperada. Talvez, por eu ter desenvolvido intimidade, não digo nem amorosa, mas de amizade em pouco tempo, não achei isso tão estranho Mas, eu também gostei mais do Leo, achei ele muito mais interessante.

    ResponderExcluir
  13. Oii, tudo bem?
    Tive um amigo assim, um e-mail enviado errado acabou criando um laço de amizade...
    Achei a premissa do livro bem interessante, pena que vc não curtiu...
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?

    Já desisti de ler o livro quando li que ele é todo narrado por e-mails HAHAHAHA Sério, acho que colocar um ou dois e-mails em uma narrativa, para dar um ar mais elaborado na diagramação e edição da obra é muito bacana, mas um livro só com isso é broxante. Que nem um livro da J Quinn (acho que escreve assim) que é narrado todo por cartas.

    Personagens que não consegue cativar o leitor também é outro problema nos livros atuais, acho que as pessoas estão tão focadas em vender e em apresentar triângulos amorosos e relacionamentos que não dão certo (ou que dão certo até demais) que se esquecem que a alma do livro são seus personagens.

    Gostei do texto, você expôs seu ponto de maneira clara e descreveu o motivo de não gostar da obra, ao contrário de várias resenhas que vi do livro cujo blogueiro falou que não gostou simplesmente "porque não", entende? Estava parecendo minha mãe quando eu era mais novo: "Posso?" Não. "Mas pq?" Pq não HAHAHAHAHA

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oiê.
    Lembro da febre que foi quando esse livro lançou, li a metade na Saraiva e fiquei doida pelo resto. Fiz meu marido comprar os dois, entretanto ainda não li. Sua resenha me deixou insegura, até por que não lembro muito da história, entretanto tenho curiosa em concluí-la, pois realmente gostei do que li na livraria.
    Realmente, quando o personagem não cativa a leitura se torna massante.
    Bom, espero que quando eu leia eu goste. De qualquer forma, amei sua sinceridade na resenha.

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Uma pena o livro não ser bom, no final das contas! Porque a história tinha tudo pra ser boa né? Tinha até me atraído pela sinopse. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Já não tinha muito interesse na leitura desse livro, depois de sua resenha então, vou passar longe, hahha.
    Gosto muito de narrativa epistolar, e acho muito interessante ser por emials, mas quando os personagens não cativam fica insuportável ler um livro assim.
    Fora que relacionamento forçado assim me irrita extremamente, odeio quando eles se conhecem nmum dia e se amam no dia seguinte.
    Só isso já bastou para eu não querer ler o livro hahaha.
    Adorei sua resenha e como foi sincera nela!
    Beijos
    www.romanceseleituras.com

    ResponderExcluir
  18. Oie, tudo bom?
    Finalmente alguém que concorda comigo em relação a esse livro. Eu simplesmente odiei a leitura e nem tenho mais meu exemplar. Esses protagonistas me irritaram muito e concordo que a Emmi é uma chatonilda. Não entendo como as pessoas gostam tanto dessa história.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Que pena que o livro não foi bem desenvolvido, porque o tema é muito legal!
    Lembrei de um filme de 1998, "Mensagem para você", com a Meg Ryan e o Tom Hanks. O tema é parecido, mas, diferente do livro que você leu, o filme é muito bom!! =D

    Beijos,
    Fernanda
    http://oprazerdaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oiiie
    Eu li esse livro ha algum tempo e eu achei ele muitooooo legal!
    Poxa, me surpreendi q vc deu apenas uma estrela e não curtiu nada.
    Eu adorei os personagens , a unica coisa q me incomodava era o fato de eles demorarem pra se ver.. por isso q quando acabou eu quase morri pra ler o próximo... <3

    Eu acho q curti mais pq ja vivi muita coisa pela internet e me identifico... :p

    Bjinhos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir
  21. Disse tudo, essa é uma leitura frustrante. Só não conseguiu superar Um dia.
    Eu ate consegui me envolver com a história, em vários momentos pra dizer a verdade. Mas aquele final? O que ela aquilo meu pai? Quis jogar o livro longe.
    Teno certa curiosidade com a continuação, pois quero saber no que vai dar a história, mas nao é algo que vou correr para ler rs

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Nossa, eu tinha altas expectativas com esse livro, mas depois da sua resenha vou passar longe. Quase comprei ele esses dias, ainda bem que me controlei, hehe.

    Beijos,
    Leo
    www.segredosentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oii. Não conhecia esse livro, e desde a sinopse não me interessou nem um pouco. Sei lá achei meio sem importância.

    Beijos ;*
    Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Eu tinha muita vontade de ler esse livro, mas essa não é a primeira resenha negativa que vejo, então desanimei mesmo. A premissa é ótima, poderia ter sido um livro muito bom, pena que o autor não desenvolveu bem
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Que pena que a leitura não te agradou! Eu sou doida pra ler esse livro e tirar minha próprias conclusões. Gosto bastante de romances epistolares, por isso creio que será um bom livro pra mim.

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  26. Ola lindona o fato de o livro ser muito nesse formato de troca de e-mails não me agrada , e ainda com sua resenha, me desanimei a ler, sou fã da troca de e-mail mas do relacionamento cara a cara sempre. Dessa vez vou deixar passar a leitura. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bem?
    Eu já ouvi falar sobre esse livro, mas não fiquei tão animada com ele, a premissa é até interessante e achei legal essa coisa de apresentar um relacionamento que se desenvolve na era digital, mas saber que os personagens não despertam a simpatia do leitor me deixou bem desanimada, então não sei se leria o livro. Enfim, gostei bastante da sua resenha, ficou ótima e é uma pena o livro não ter te agradado tanto :c

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Oie :)
    Eu gostei desse livro, não é o meu preferido da vida, mas achei bem escrito.
    Só não consegui me envolver com os personagens o tanto que esperava, pois não conseguia concordar com nada do que eles faziam.
    Apesar de ser negativa, amei a forma como você fez a sua resenha! Ficou muito bem escrita e cheia de argumentos.

    Beijos ♥
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  29. Oie, Gabby!
    Decepcionante, não? Um livro com uma proposta tão boa, tão interessante, se perder por conta da falta de habilidade do autor em manejar esse assunto. Mas olha, ainda assim lhe desejo todo o sucesso do mundo e que ele continue escrevendo pra aperfeiçoar o dom que eu sei que deve ter.
    Amei a sua resenha porque foi bem sincera, sabe? É assim que tem que ser.
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. Nunca fui muito empolgada em ler este livro, e mesmo depois do bambam causado no lançamento, ainda não tenho vontade, e pelo visto, vou continuar não tendo...
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

Popular Posts

recent posts

Flickr Images