A Morte de Sarai - J. A. Redmerski

17:19


Editora: Suma de Letras
Páginas: 256
Sinopse: Sarai era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro. Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte. Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar. Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com a morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo. Quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar sua liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.



A Morte de Sarai apresenta uma realidade na qual praticamente ninguém é confiável. E Sarai sabe muito bem disso. Após ser traída pela mãe quando tinha apenas 14 anos, a garota teve que aprender a conviver com o dia-a-dia de uma escrava sexual, mas ela sabe que dentro desse mundo ela nem mesmo tem o direito de reclamar muito, afinal diferente das garotas que convivem ao seu lado na fortaleza, em algum lugar esquecido por Deus em meio ao México, ela não é estuprada e espancada todos os dias por diversos homens diferentes. Não, Sarai possui o "amor" do chefe do tráfico Javier e isto lhe garante que apenas ele tem o direito de fazer essas coisas com ela. E é isso o que ela pode chamar de sorte em sua vida.



Tendo que aprender a viver cada dia desta forma após nove anos ela já sabe muito bem como as coisas funcionam e o que é que o destino lhe reserva. Por isso quando ela finalmente vê um americano na fortaleza que não está lá para comprar uma garota ela sabe que esta pode ser a sua única chance de escapar e, sendo assim, a agarra com todas as forças. Com a promessa de que voltará para resgatar Lydia, uma jovem garota que também está sendo abusada, Sarai foge e se enconde dentro do carro do americano.

Levo o dedo indicador aos lábios e Lydia cochicha mais baixo, sabendo tão bem quanto eu que Javier - ou aquela irmã medonha dele - vai ouvir e nos punir por bisbilhotar. Sempre paranoicos. Sempre pensando o pior. Sempre tratando tudo com cautela e armas, e têm motivos para isso. Esse é o estilo de uma vida cheia de drogas, assassinato e escravidão.

Victor é um assassino extremamente competente e frio e ele sabe que ter uma garota em seu carro que está desesperada para fugir de Javier pode significar uma complicação desnecessária para a sua missão ou então pode ser aquilo que lhe dará uma vantagem sob o traficante, pelo menos é isso o que ele tenta convencer a si mesmo como o motivo de permitir que ela continue no seu carro. A verdade é que mesmo vindo de mundos diferentes eles tem mais em comum do que estão confortáveis em admitir e é isso que os une de uma forma que nenhum dos dois compreende.

Seus olhos negros me fitam calmamente pelo retrovisor, sem um  pingo de compaixão ou preocupação. Sinto vontade de dar um tiro na nuca dele, só por princípio. Ele apenas me encara com aquele olharzinho de o-que-você-está-esperando?, e eu não cedo.

Este livro consegue se distanciar daqueles romances águas com açúcar já conhecidos ao explorar de uma forma mais real e crua as situações dos personagens, resultando em diálogos e cenas muito interessantes e acontece que esse foi um dos maiores acertos da narrativa. É claro que a história de vida de Sarai consegue emocionar o leitor, afinal com 23 anos ela já viu tanto horror que o mais natural é a personagem despertar empatia, mas em nenhum momento a autora deixa que isto nos faça esquecer que no fim da linha ela não é algum tipo de heroína, muito pelo contrário: é por causa dessa vivência que ela é tão quebrada e que pode acabar se tornando algo completamente diferente da mocinha típica. E é essa mistura na própria personagem que proporciona uma quebra da moral que é comum se observar nesse tipo de literatura.

Victor é um exemplo claro dessa quebra. Ele com toda a certeza não é o mocinho comum de se encontrar: ele é um assassino. Não há motivos nobres ou desculpas para amenizar isso. Cada assassinato é encomendado à Ordem e através de Niklas, seu empregador e irmão (apesar de ninguém saber essa última parte), chega à Victor e como qualquer outro assassino de aluguel ele simplesmente faz o seu trabalho e é pago por isso. E apesar de a grande maioria de seus alvos serem criminosos ou corruptos há também aqueles que não fizeram nada de mal, que ainda não cometeram nenhum crime e isso não muda em nada a tarefa dele.

Na essência da narrativa ainda pode-se observar que todas as relações são distorcidas daquilo que seria considerado normal, condizendo com todo o resto do livro. Seja a amizade de Sarai com Lydia, que é quase que inteiramente baseada no fato de que Sarai se sente culpada por ter um tratamento "especial" e considerar que a garota é muito mais inocente do que ela porque aquela não está acostumada com toda a barbaridade como a mesma, ou ainda a relação de Niklas e Victor, que é cheia de inveja e ciúmes misturados com uma preocupação e proteção desmedidas que acabam não fazendo bem a nenhum dos dois. Até mesmo no que diz respeito ao aspecto do relacionamento amoroso da trama há traços claros de como o mesmo não é saudável para nenhum dos dois. Sarai e Victor se sentem atraídos um pelo outro, mas a garota não poderia estar mais confusa em sua vida e ele sabe disso assim como sabe também que se ela é instável demais para o próprio bem quem dirá para o dele.

Linda, mas derrotada e destruída. Destruída para o resto da vida, e nenhuma dose de mutilação emocional vai lhe devolver totalmente a inocência. A garota é uma bomba-relógio, um perigo para si mesma e muito provavelmente para os outros. Eu não tinha certeza antes, mas agora sei que ela é mais instável do que poderia imaginar. E, por ser tão habilidosa em esconder isso, não só de mim mas também de si mesma, é mais perigosa do que eu. Sou disciplina. Sarai é raiva.

Em alguns capítulos do livro há a troca de narrador entre os dois protagonistas, sendo que essas trocas funcionam bem com o enredo, já que muitas vezes, por conta da situação, Victor é capaz de fornecer muito mais informações para o andamento da trama, fazendo com que a própria leitura fique um pouco mais dinâmica além de essa ser basicamente a única maneira de realmente conhecermos um pouco o personagem. A falta de aprofundamento na personalidade dele é, na verdade, uma das grandes faltas do livro, pois fica claro que há um passado interessante a se explorar ali, mas não é o que ocorre assim como também não há uma explicação mais elaborada sobre a tal da Ordem. Por ser o primeiro livro de uma série esses tipos de explicações poderiam ser bem colocadas, mas agora devem ocorrer apenas no segundo livro espero.

A Morte de Sarai foi uma leitura fluída e envolvente que surpreendeu bastante, conseguindo alcançar minhas expectativas. Não conhecia a autora, mas sua forma de escrever me agradou e os rumos que a história tomou também, tanto é que assim que terminei a leitura fiquei imaginando como vai ser essa continuação porque tem um potencial muito legal não só para o enredo como para o crescimento dos personagens e se seguir o mesmo ritmo narrativo que este com certeza vai ser um livro maravilhoso. Ah, só uma questão me deixou muito chateada: a capa do livro vai perdendo a tinta por causa do contato com as mãos; a editora podia arrumar isso aí, né?



You Might Also Like

30 comentários

  1. Já li algumas resenhas desse livro e fiquei com aquele sentimento de "preciso com urgência". Achei que tem uma proposta diferente, com um enredo único e curioso. A dúvida é se espero a continuação ou se leio logo esse.

    Coração Leitor

    ResponderExcluir
  2. Estou loucaaaa para ler esse livro, preciso comprar urgentemente <3 HAHAHA Eu já li a duologia Entre o Agora e o Nunca dessa autora e amei, então estou bem ansiosa por esse livro, até porque a história parece ser incrível! Espero que publiquem logo os outros livros da série porque eu odeio esperar quando gosto de uma história e a continuação ainda não saiu hahahaha E que chato esse problema com a tinta da capa :( Vou ter o maior cuidado possível quando estiver lendo o livro pra ver se consigo evitar um pouco isso...

    Ótima resenha,
    Beijosss!

    ResponderExcluir
  3. Amei sua resenha!
    Ainda não tive oportunidade de lê-lo, mas necessito dele com URGÊNCIA! hahhahahahha
    Amo a J. A. Redmerski!

    Beijos enormes!
    Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem?
    Embora a sinopse parece interessante, creio que não irei ler. Tenho bastante coisa na frente, que a continuação seja boa também. Bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Uau! Não dava nada pelo livro, mas já mudei de ideia. que história forte é essa?
    Percebi que é algo que se distância do água com açúcar e isso me alegra muito. Vou comprar o mais rápido possível... fiquei bem entusiasmada! Eu não gosto do que é considerado 'normal', trabalho com gente há anos e não vejo nada dentro de padrões, mais um fator para o livro me conquistar!
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu amei esse livro ele sai do clichê , e tem de base dois protagonistas marcantes cada uma sua maneira, amei a leitura o casal e estou desesperada pela continuação. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  7. Já faz um tempo que estou "namorando" esse livro, pretendo comprar assim que der!
    Sua resenha me deixou com mais vontade ainda de lê-lo :3
    Parabéns pelo blog!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Parece ser um livro muuuiito legal, e diferente também, ouvi falar muito bem sobre ele nas redes sociais e desde então estou muito curiosa pela leitura, sua resenha me deixou ainda mais curiosa haha adorei a premissa e tudo mais.

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Catharina
    Reality Of Books

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    A cada nova resenha desse livro fico com mais vontade de ler ele!
    Só de saber que não é água com açúcar já ganha pontos, ás vezes é bom ler algo assim pra variar (amo romances melosos) rsrs...
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Fiquei impressionada com a resenha, muito boa, já tinha ouvido falar do livro, agora fiquei louca mais louca ainda pra ler.


    http://culpa-dos-livros.blogspot.com.br/2015/03/a-cidade-do-sol.html

    ResponderExcluir
  12. Oi Gabby! Te confesso que eu sou convicta que eu preciso da minha dose de água com açúcar nos livros que eu leio haha provavelmente não vou ler esse livro, mas fico feliz de ter lido mais sobre ele pra poder me decidir, parabéns pela ótima resenha! Que bom que você gostou do livro, e quem sabe um dia eu não mudo de ideia né, nunca diga nunca hehe beijos! http://www.trocandodisco.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Pensaaaaaaaa em uma necessidade!!!
    Sim é esse livro!!!!!
    Gente eu preciso dele pra ONTEM sabe como é isso??????????
    Amei a sua resenha viu????

    beijo
    Mayara

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito da sua resenha, ficou bem completa! A temática do livro em si não me atrai muito. Se eu fosse só pela capa em alguma livraria talvez até comprasse, porque achei linda! Mas pelo que vejo do pessoal comentando não é um livro pra mim. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Achei bem interessante a ideia inicial do livro e a Redmerski sabe como criar uma boa história, então fiquei bem curiosa, gostei muito da sua resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
  16. Oiii!
    Gente acheie ste tema do livro fantástico, nunca li nada do tipo e sei que deve ser chocante e emocionante, não li ainda mais fiquei mega curiosa p saber como dar continuidade em série p um tipo de livro deste!!
    Q bom q vc gostou, pretendo ler tb!!
    Bjos
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  17. Olá , confesso que li sua resenha dando pequeno pulinhos com medo de pegar algum spoiler ou algo assim. Desde que eu ouvi falar desse livro a um tempo atrás eu estou louca por ele , pois pelo pouco que escutei/li - não gosto muito de fazer isso quando quero muito ler um livro - esse é o MEU tipo de livro. Enfim , sua resenha só me deixou querendo mais e eu to ficando desesperada já pra ler esse livro hahah.

    Beijos , Anna

    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  18. Adoro livros com troca de narrador. ♥ Talvez essa parte que vc sentiu falta realmente venha nos próximos, o que é normal na série. O tema é bem denso, não dá pra ler se não estiver numa vibe boa. Tenho ouvido elogios ao livro e me interesso bastante por ele.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  19. Nossa, só vejo resenhas positivas desse livro! Acabei de comprar o meu, e preciso ler logo, antes que crie expectativas altas demais, rs.
    Mas sério que a capa do livro tem esse problema? Nossa, sacanagem
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Gosto de personagens quebrados que saem do esteriotipo de mocinhos X bandidos e onde alguns conceitos são subvertidos rs
    eu estou bem ansiosa pra ler esse livro.
    Beijos,
    May
    www.ensaiodemonomania.com.br

    ResponderExcluir
  21. eu to com esse livro no meu kindle pra ler *----*
    essa tem sido uma leitura muito bem vista pelos blogueiros e isso tem me animado muito, porque confesso que assim q saiu eu nem tava dando muita fé nele, mas agora to doida pra ler.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bem?

    Desde o lançamento do livro eu estou doido para tê-lo em mãos, tanto pela capa quanto pela história. O que mais me chamou atenção foi justamente o que você disse na resenha, esse livro apresenta relacionamentos e situações fora do padrão, o mocinho não é mocinho, a protagonista não é aquela típica adolescente mimada pelos pais e que está acostumada a ter tudo de mão beijada e ainda por cima o vilão é um Drug Lord *__*. Nó, curti saber que a cor da capa desbota não, já sofro demais com os livros da rocco que sempre que usam dourado ou prata, eles saem nos dedos. Tipo, uma pessoa normal não teria esse problema pois lê um livro desses em um mês, mas para nós que sentamos e terminamos a leitura em horas, realmente desgasta a capa pelo tanto de contato em tão pouco tempo, mas mesmo assim...

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/2015/03/entrevista-com-o-vampiro-historia-de.html

    ResponderExcluir
  23. cara confesso que estou interessada em ler esse livro
    já vi algumas sinopses dele e quero saber como termina
    se é em tragédia geral kkkk

    ResponderExcluir
  24. Oi oi, como vai??
    Esse livro já tinha me chamado bastante atenção antes e a cada resenha eu quero ler mais e mais.
    Mesmo não sendo a maior fã de romances, sei que o livro não trata só disso e que tem muito mais, como pude perceber pela sua resenha, e isso sim me desperta uma curiosidade enorme hahahahaha
    Espero muito ler em breve!
    Adorei a resenha, beijão.

    ResponderExcluir
  25. Oi! Esse livro parece ser bem forte né? Mas tem tudo pra ser sensacional!
    Às vezes é bom que a gente leia livros não-idealizados e sem o romance água com açúcar de sempre e que foquem em histórias reais, que mesmo que não tenham acontecido de verdade, infelizmente, é a realidade de muitas pessoas por aí. Vale a pena pensar nisso!

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  26. Oiii. Estou de olho nesse livro desde que saiu!
    Super curiosa para saber o que Sarai vai aprontar haha
    Adorei os quotes selecionados, me deixou ainda mais animada *-*
    Preciso lê-lo logo!

    Beijos ;*
    Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bem?
    Estou loooouca pra ler o meu logo, chegou hoje e já estou ansiosa pra ler! Amo a autora, sua narrativa é muuuito boa, e quero muito saber como ela se sai nesse estilo mais sombrio e fora dos padrões para um enredo como esse; Fiquei super curiosa pra conhecer esses protagonistas!
    Beijos
    www.romanceseleituras.com

    ResponderExcluir
  28. Oiê :)
    Quando vi esse livro pensei que a autora viria com a mesmo proposta de Entre o Agora e o Nunca, entretanto ela conseguiu surpreender de forma bem positiva.
    É um tema que foge completamente ao clichê e que tende a deixar o leitor bem curioso.
    Amei sua resenha, assim como muitas outras me deixou bem curiosa para ler. E olha que já o tenho em casa.

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  29. O estilo do livro é bastante interessante, daria um bom filme para os amantes do gênero.
    Mas eu não leria, acho a leitura uma coisa muito profunda e quando envolve assassinato ou horror, euu fico com o pé atrás pra ler, hahaha. Mas o enredo é bem interessante.
    Bjs, Carol.
    http://anamatosferreira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Adorei a resenha! Fiquei muito interessado pelo livro, vou dar uma procurada pra ver se compro hahaha

    http://melivrandoblog.blogspot.com.br/
    Rafa

    ResponderExcluir

Popular Posts

recent posts

Flickr Images